Chico Brasileiro participa de reunião sobre a Reforma Tributária


- Por: Jordan Moreira

Chico Brasileiro participa de  reunião sobre a Reforma Tributária
Segunda parcela do IPVA começa a vencer nesta segunda-feira

O prefeito de Foz do Iguaçu Chico Brasileiro participou em Brasília  nesta semana, de uma reunião promovida pela Associação Nacional dos Municípios Sedes de Usinas Hidroelétricas e Alagados (AMUSUH) para discutir as pautas municipalistas de 2020.
Entre os temas debatidos estavam as propostas de Reforma Tributária que estão em tramitação no Congresso Nacional e que se aprovadas farão que Foz do Iguaçu perca uma receita de quase R$ 40 milhões oriundas do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).
"Estamos acompanhando com muita aflição alguns itens da Reforma Tributária, pois ela apresenta propostas que vão na contramão de um conceito de desenvolvimento das cidades. Em Foz, por exemplo, além das perdas de recursos do ICMS e ISS, as novas fórmulas se aprovadas, aumentariam a tributação nas atividades de turismo e consequentemente a nossa cidade perderia muitos turistas e empregos", comentou o prefeito Chico Brasileiro
No caso do turismo, a alíquota do Imposto sobre Bens e Serviços (IBS) seria fixado em 25%, medida que inviabilizaria a atividade nos municípios que possuem no turismo, a sua maior vocação de desenvolvimento e progresso.
 

Da assessoria

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas