Chico Brasileiro e Miguel Prieto debatem ações de enfrentamento ao novo coronavírus


- Por: Redação 1

Chico Brasileiro e Miguel Prieto debatem ações de enfrentamento ao novo coronavírus
Autoridades de Foz e CDE participaram de reunião no Palácio das Cataratas

Os prefeito de Foz do Iguaçu Chico Brasileiro e de Ciudad Del Este (Paraguai), Miguel Prietoparticiparam nesta quarta-feira (05), de uma reunião para debater as consequências da pandemia do novo coronavírus na região. Durante o encontro, que aconteceu no Palácio das Cataratas, as autoridades compartilharam experiências no enfrentamento à pandemia da Covid-19 e iniciaram tratativas para garantir a segurança de moradores e turistas quando as fronteiras terrestres forem reabertas pelos governos do Brasil e Paraguai. 

“Foz do Iguaçu e Ciudad Del Este possui relações muito fortes e sabemos que tanto o governo federal brasileiro quanto o governo paraguaio, irão abrir as fronteiras em um momento oportuno. Quando isso acontecer, devemos estar preparados para garantir a segurança sanitária das nossas populações”, disse o prefeito Chico Brasileiro.  “Este encontro é fundamental para que possamos, lá na frente, consolidar um planejamento eficiente com a partição dos poderes públicos e também da sociedade civil organizada para que esta abertura das fronteiras seja controlada e com a máxima segurança”, completou.

Durante a reunião, os prefeitos conversaram sobre os impactos da pandemia na economia local e compartilharam experiências na preparação da rede hospitalar. 

“Por conta da Ponte Internacional da Amizade, há uma grande ligação entre a nossa cidade e Foz do Iguaçu. Todos nós passamos por um momento delicado e viemos aqui para conhecer a estratégia de enfrentamento à pandemia, bem como pensar nas ações futuras de controle quando as fronteiras forem abertas”, disse o prefeito da cidade paraguaia, Miguel Prieto, que também esteve no Hospital Municipal Padre Germano Lauck para conhecer a estrutura. 

Inquérito sorológico
Outro ponto abordado no encontro foi a possibilidade da Prefeitura de Foz do Iguaçu apoiar a execução de um inquérito sorológico, através do método ELISA (EnzymeLinkedImmunosorbentAssay) em Ciudad Del Este (CDE).

Os dados colhidos no inquérito serão fundamentais para subsidiar as autoridades brasileiras e paraguaias sobre o momento seguro para reabertura da Ponte Internacional da Amizade, bem como  apontar em qual índice de contaminação a cidade vizinha se encontra.  As autoridades das duas cidades já estão em contato com a reitoria da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) – responsável pelo processamento do inquérito – e o Ministério das Relações Exteriores do Paraguai para que a cooperação seja concretizada. 

Nos próximos dias, profissionais de saúde de Ciudad Del Este devem visitar Foz do Iguaçu para conhecer toda a estrutura de enfrentamento a Covid, a exemplo do Laboratório Municipal que teve a sua capacidade de processamento ampliada; a Unidade de Terapia em Doenças Infecciosas (UTDI) construída em 25 dias; e a Unidade de Cuidados Especiais (UCE) que também foi construída em apenas 60 dias.  

Presenças 
Também participaram do encontro os secretários municipais de Governo, Ten-CelJanhke; da Segurança Pública, Reginaldo da Silva; o cônsul do Paraguai, LuisCopari; o diretor de relações internacionais de Foz do Iguaçu, Jihad Abu Ali; o diretor-presidente do Hospital Municipal,  SérgioFabriz; o diretor técnico do hospital, Fábio Marques e o diretor do município de CDE, Daniel Pereira Mujica.

Da redação com AMN
Foto: AMN


 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas