Bancada paranaense debate concessão de rodovias com o governo do Estado


- Por: Reciel Rocha

Bancada paranaense debate concessão de rodovias com o governo do Estado
A reunião conduzida pelo vice-governador Darci Piana, faz parte da agenda periódica do governo e representantes do Estado no Congresso

A modernização da malha rodoviária paranaense e as novas concessões de rodovias foram temas     de um encontro realizado nesta segunda-feira (11), no Palácio Iguaçu, entre representantes do Governo do Estado e parlamentares da bancada federal paranaense em Brasília.
A reunião conduzida pelo vice-governador Darci Piana, que representou o governador Carlos Massa Ratinho Junior, faz parte da agenda periódica do governo e representantes do Estado no Congresso Nacional para debates de questões do Paraná.
O encontro teve a participação do líder da bancada federal, deputado Toninho Wandscheer, e os deputados Vermelho, Aliel Machado, Ricardo Barros, Rubens Bueno, Luizão Goulart, José Carlos Schiavinato e Diego Garcia.
Entre os assuntos debatidos está uma agenda conjunta com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, que deverá ser pedida pelo grupo de parlamentares. O objetivo é tratar da futura concessão de rodovias no Paraná, que deve acontecer até 2021 e cujo processo está a cargo do governo federal.
A proposta do Paraná é licitar 4,1 quilômetros de estradas federais e estaduais. Em agosto, Ratinho Junior manteve reunião com o ministro da Infraestrutura Tarcisio de Freitas e disse que a ideia é criar um conjunto de modelagem do novo programa de concessão.
 “Possivelmente será o maior lote de concessões do Brasil”, afirma Ratinho Junior. “Vamos criar uma modelagem que atenda o desenvolvimento do Paraná, atenda a população com tarifas justas e obras e, acima de tudo, com muita transparência”, completou.
A proposta do governador é incorporar ao conjunto de rodovias que formam os 2,5 mil quilômetros do Anel de Integração, três importantes estradas estaduais: PR-092 (Norte Pioneiro), PR-323 (Noroeste) e PR-280 (Sudoeste). O futuro leilão também deve abranger os trechos paranaenses das Brs 163, 153 e 476.

Adelino de Souza com informações da AEN
Foto: Camila Tonett

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas