Autoridades destacam os desafios e encantos de Foz do Iguaçu


- Por: Reciel

Autoridades destacam os desafios e encantos de Foz do Iguaçu

Autoridades civis, militares, políticas e religiosas de Foz do Iguaçu, Ciudad del Este, Puerto Iguazú e outras cidades do Oeste participaram, na manhã de ontem (10), do desfile cívico-militar pelos 105 anos de emancipação político-administrativa da Tríplice Fronteira. Dentre os presentes estava o prefeito Chico Brasileiro, acompanhado da primeira dama e secretária dos direitos humanos, Rosa Maria Jeronymo. Antes de subir ao palanque reservado às autoridades ele falou à imprensa e fez uma rápida avaliação sobre situação atual da cidade em diferentes aspectos. Foz do Iguaçu é uma cidade que se afirma, que cresce, que cada vez mais une todas as etnias, une todo o seu povo em prol do desenvolvimento. Essa é uma cidade que ganha cada vez mais respeito nacional e internacional e que está recebendo a cada dia mais investimentos. Apesar das dificuldades, já que têm muitos pontos que precisamos melhorar, precisamos acreditar em Foz, defender a nossa cidade, destacou. O deputado federal Nelsi Coguetto Maria, o Vermelho, também participou da solenidade pelo aniversário de Foz e aproveitou para destacar os pontos positivos da cidade. Eu acho que nesses 105 anos tem muitas coisas boas acontecendo em nossa cidade, começando pela nossa ponte que está prestes a ser iniciada e nosso acesso que caminha para os últimos detalhes. São obras estruturantes para Foz e acredito que aos poucos traremos tudo aquilo que é de direito. Temos muito a ser feito e estamos com muita boa vontade, ressaltou. Quem também acompanhou a solenidade foi o comandante do 34° BIMEc, tenente-coronel Marcelo de Melo Pontes Feliciano, que falou sobre a participação do Exército no desfile e destacou a importância dos militares na segurança da fronteira. Fazemos questão de participar dessa festa, uma vez que o nome Exército Brasileiro está mesclado à história de Foz do Iguaçu. Lembro que chegamos aqui em 1989, vindos de Guarapuava, e aqui estalamos a colônia militar que criou as bases para o município. De lá para cá houve uma grande evolução e hoje somos 700 homens atuando, participando ativamente do dia a dia da cidade, disse. Da redação Fotos: Roger Meireles

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas