Aumenta o número de onças-pintadas no Parque Nacional do Iguaçu


- Por: Reciel Rocha

Aumenta o número de onças-pintadas no Parque Nacional do Iguaçu
Monitoramento de onças é feito pela equipe do projeto e utiliza bons equipamentos

O último censo realizado pelo projeto Onça do Iguaçu revelou que já existem 28 onças-pintadas no Parque Nacional do Iguaçu. O outro censo, realizado em 2016 havia constatado a existência de 22 felinos desse tipo.
Esse aumento de 27% foi comemorado pela equipe do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). “Significa que estamos no caminho certo. Esse esforço mostra que é possível uma convivência harmônica, e isso é bom para as pessoas e bom para as onças”, comentou Yara Barros, coordenadora executiva do Projeto Onças do Iguaçu.
Ela diz que o sucesso do projeto é fruto do empenho e dedicação de inúmeras pessoas que, ao longo dos anos, se comprometeram com a onça-pintada e trabalham arduamente com amor para a preservação da espécie.
 “Geralmente, o abate de onças era resultado de conflitos com humanos. Com o desmatamento, aumentou o contato das onças com propriedades no entorno do parque. Administrar esse conflito é fator chave para a sobrevivência da espécie”, acrescenta Yara.  E equipe costuma fazer palestras e reuniões nos municípios vizinhos ao parque visando conscientizar a população sobre a importância das onças.
O censo de onças pintadas no parque vem sendo realizado desde 2009, quando foram constatadas a existência de apenas 11 animais. O monitoramento das onças é feito pela equipe do projeto, que percorre a reserva e utiliza câmeras, transmissores e até helicóptero.

Adelino de Souza / Freelancer
Foto: projeto Onça do Iguaçu

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas