Aferição de pressão em farmácias como forma de prevenção poderá virar lei em Foz


- Por: Reciel Rocha

Aferição de pressão em farmácias como forma de prevenção poderá virar lei em Foz

O projeto que libera a aferição de pressão arterial em farmácias no município de Foz do Iguaçu recebeu aval das comissões permanentes da Casa de Leis para que prossiga em tramitação. O parecer favorável à matéria (PL 64/2019) foi lido na sessão ordinária de ontem (10), e deve entrar em votação na quinta-feira (12/09).
O Projeto de Lei nº 64/2019 foi encabeçado por Rosane Bonho (ex-vereadora do Progressistas), Edson Narizão (PTB, Elizeu Liberato (PR), João Miranda (PSD), Nanci Rafagnin Andreola (PDT) e Rogério Quadros (PTB). A matéria obteve pareceres favoráveis das Comissões de Legislação, Justiça e Redação / Educação, Cultura, Esporte, Saúde, Assistência Social e Defesa do Cidadão.
A matéria prevê que o serviço de aferição da pressão deverá ser disponibilizado em todas as farmácias da cidade e de forma gratuita. O propósito é incentivar a prevenção a doenças graves, como hipertensão, que por vezes muitas pessoas têm e não sabem. A multa prevista para quem não disponibilizar o serviço é de R$ 842,40 (10 UFFIs).
Regularização de área da escola Carlos Gomes
Os pareceres favoráveis ao Projeto de Lei nº 104/2019, de autoria do Prefeito, liberando área de propriedade do Município, foram lidos nesta terça. As matérias ficam liberadas para inclusão na pauta de votação de quinta-feira (12). A intenção é regularizar uma parte de área verde ocupada pela escola Carlos Gomes, no Campos do Iguaçu.
Bloco de oposição

CMFI
 

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas