Acusado de assassinar moradora de rua é condenado a 13 anos de prisão


- Por: Reciel Rocha

Acusado de assassinar moradora de rua é condenado a 13 anos de prisão
Júri foi realizado na tarde de quinta-feira (9), no Fórum de Justiça de Foz do Iguaçu

Salim de Lima Ortigosa, acusado de assassinar a moradora de rua Claudinéia Ribeiro de Oliveira, foi condenado em júri popular a 13 anos de prisão em regime fechado. A sentença foi proferida na tarde de quinta-feira (9), no Fórum de Justiça de Foz do Iguaçu. 
Segundo o Ministério Público, Ortigosa agiu por motivo torpe e usou de meio cruel para matar a vítima, que foi esfaqueada. O crime foi registrado em 18 de julho de 2018, na região da “Favela do Monsenhor Guilherme”. Segundo apurado na investigação, Claudinéia foi assassinada por vingança, pois teria pegado a bicicleta do suspeito. 
O corpo da vítima foi desovado no Rio Paraná, no final da Rua Jorge Sanwais. O cadáver foi encontrado por pescadores, que acionaram a polícia. A mulher tinha um corte profundo no pescoço e vários ferimentos pelo corpo. Um rastro de sangue encontrado na rua indicada que ela foi morta em outro local e teve o corpo arrastado até o rio. 


Da Redação / Foto: reprodução Rede Massa

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas