Foz vai manter estratégia contra coronavírus, diz Chico Brasileiro


- Por: Reciel Rocha

Foz vai manter estratégia contra coronavírus, diz Chico Brasileiro
Foz do Iguaçu vai manter a quarentena com isolamento social e comércio fechado como estratégia de enfrentamento ao Coronavírus

Foz do Iguaçu vai manter as ações de enfrentamento ao Coronavírus previstas no decreto de Situação de Emergência, incluindo a quarentena social da população. A informação é do prefeito Chico Brasileiro, ressaltando que não recebeu orientação do Ministério da Saúde para mudar a estratégia adotada em 19 de março (quinta-feira), um dia após a confirmação do primeiro caso. A cidade tem cinco pacientes com a Covid-19, infecção provocada pelo vírus.

"Nós iremos manter todas as medidas adotadas, que são de competência do município, no sentido de fazer o isolamento social e as medidas no sentido de agir preventivamente a disseminação do coronavirus aqui em Foz", disse Chico Brasileiro, em entrevista ao GDia.  O prefeito informou que até o momento, o município não recebeu nenhuma determinação federal neste sentido.

Sobre o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro criticando na terça-feira (24) os governos estaduais pelo fechamento de acessos e comércio e suspensão de aulas, o prefeito disse que "foi uma fala do presidente" e que "portanto não tem" uma orientação oficial até o momento. "Nada muda, até porque não tem nenhum decreto federal, não tem nenhuma mudança de postura do MS nas orientações que adotamos até agora".

"Todas as orientações são embasadas em informações técnicas, com acompanhamento técnico. Tudo que estamos fazendo é no sentindo de sairmos mais rápido dessa crise", ressaltou. De acordo com ele, Foz do Iguaçu iniciou a suspensão de aulas mais cedo que outros municípios. 

"Também houve o fechamento de comércio mais cedo que outros grandes centros do Brasil", disse citando São Paulo e Rio de Janeiro que começaram ontem (24). "Iniciamos uma semana antes". O prefeito acredita que as medidas surtirão efeitos nos próximos dias. "A gente está monitorando, todo final de semana faz uma avaliação quadro epidemiológico, da circulação do vírus no município".
Importados


Ronildo Pimentel
Foto: Roger Meireles

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas