ACIFI celebra a reabertura da Ponte Internacional da Amizade


- Por: Redação 1

ACIFI celebra a reabertura da Ponte  Internacional da Amizade
Reabertura da Ponte da Amizade aumentou o otimismo dos comerciantes dos dois lados da fronteira

A Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu celebra a abertura da Ponte da Amizade nesta quinta-feira, 15 de outubro. A fronteira esteve fechada por sete meses devido à pandemia do novo coronavírus. O presidente da ACIFI, Faisal Ismail, avalia o trabalho da sociedade civil organizada para a reabertura e demonstra otimismo na retomada da economia regional.

Qual a importância da abertura da Ponte da Amizade para Foz do Iguaçu?
A importância estratégica para nossa região, dessa reabertura, é devolver às pessoas o direito ao emprego, à renda, a todos os empresários que estão há mais de 210 dias parados, sem fluxo de caixa. Isso faz muito sentido, nesse momento dessa pandemia, essa reabertura gradual, podendo passar motos e carros com todos os controles sanitários nas empresas.

A reabertura é garantia de aquecimento da economia?
Sem dúvida alguma! Essa conexão de Foz do Iguaçu e Ciudad del Este engrandece o turismo, aos poucos vão se retornando. Logo, logo teremos uma normalidade dentro do sistema de turismo, seja em hotéis, seja nos monumentos turísticos, seja no Paraguai para compras, e aos poucos vai se retomando.

Quais medidas a sociedade civil deve tomar em conjunto com o poder público?
Nós temos que manter a integridade na segurança sanitária, junto ao poder público, estar cobrando que isso se mantenha com o aumento crescente na prevenção, nos hospitais, nos leitos, nessa crescente do cuidado com a população. E que nossos irmãos paraguaios também tenham esse alinhamento, não só por esse momento, e que tenhamos uma “comissão” permanente de todas as entidades de poder público dos dois lados, para mantermos um alinhamento de comunicação, para que da próxima vez possamos ser preventivos e não reativos ao problema.

Quais as perspectivas para este fim de ano?
Perspectivas empresariais são muito boas, com o Black Friday chegando, temos o Natal chegando, o final do ano. Sempre a nossa região foi muito desejada, os hotéis são magníficos no final de ano com as suas decorações. Creio que vai ser tudo de bom e tudo vai voltar a crescer rapidinho.

Há esperança de uma retomada econômica mais consistente?
Sem dúvida! O comércio, seja aqui ou no Paraguai, gradualmente vai retomando. No Brasil se retornou entre 40% e 60%, alguns comércios, e isso vai voltando conforme a população do Paraguai começa a visitar o Brasil, os turistas começam a vir aos poucos. A nossa cidade já está recebendo milhares de turistas, esse último feriado foi demonstração disso, e nós contamos sim que essa renovação aconteça muito mais rápido do que a gente imagina.

Para o associado da ACIFI, qual a importância da integração econômica entre Foz do Iguaçu e Cidade do Leste?
É muito importante que o associado, o novo associado e quem estiver interessado em se associar entenda que essa economia regional está totalmente integrada, não existe desconexão. Nós estamos, tanto agricultura, quanto logística, quanto a parte do varejo, do atacado, eles são integrados, e isso faz com que a gente tenha a mesma corrente e que sejamos elos unidos pela mesma corrente.

AI Acifi
Foto: reprodução

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas