Ministério Público do Paraguai pede a prisão de brasileiros envolvidos em mega-assalto


- Por: Reciel

Ministério Público do Paraguai pede a prisão de brasileiros envolvidos em mega-assalto

Nove brasileiros foram processados pelo Ministério Público do Paraguai por participação no mega-assalto à transportadora de valores Prosegur em Ciudad del Este. O caso ocorreu em abril deste ano, quando um grupo criminoso formado por cerca de 50 pessoas ligadas à facção PCC (Primeiro Comando da Capital) explodiram a sede da empresa e roubaram mais de US$ 11 milhões, equivalentes a mais de R$ 37 milhões. Os nomes dos réus foram divulgados para ajudar na identificação. São eles: Alcides Pereira da Silva Junior, conhecido como Magrão, Leandro da Silva, José Roberto Alves Monteiro, Douglas Ribeiro da Silva, Eduardo Gomes Soares, Edson Moreira Gomes, Alex Sandro Magalhães dos Santos, Denilson Moreira Dias e José Luis Cardozo de Almeida. Todos foram indiciados por assalto, homicídio e associação criminosa e tiveram a prisão decretada. (Da redação/Foto: Divulgação)

Leia mais na edição impressa.

Relacionadas