“Falhas do sistema e bons advogados retardavam condenação”, diz Moro

14 de maio de 2019
Suspeito de atropelar a ex-namorada é preso por tentativa de feminicídio
14 de maio de 2019

“Falhas do sistema e bons advogados retardavam condenação”, diz Moro

Com 22 anos de experiência na magistratura federal, onde atuou em casos de destaque como os julgamentos do Banestado e da Lava Jato, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, disse, ontem (13), que as falhas do sistema processual penal permitiam a réus influentes contratar advogados que, “com alguma influência perante as cortes de Justiça”, conseguiam retardar ao máximo a condenação definitiva de seus clientes.

“Havia um mecanismo de recursos processuais tão generoso que, quem lograsse manipular esse sistema nunca era punido. Um sistema processual absurdamente desigual”, disse o ministro. “Geralmente, quem tinha condições de manipular o sistema eram pessoas com amplos recursos financeiros para contratar excelentes advogados com alguma influência perante as cortes de Justiça”, acrescentou o ministro, sugerindo que, graças a isso, os réus conseguiam adiar o início do cumprimento da pena, “obtendo imunidade em um processo que nunca acabava”.

Alex Rodrigues – Repórter da Agência Brasil  / Foto: Divulgação

Share

Leia mais sobre este conteúdo e outras informações na edição impressa.

GDIA