Ex-diretora da Unioeste é condenada por improbidade

Puerto Iguazú reelegeu Claudio Filippa para mais quatro anos
4 de junho de 2019
Macuco Safari promove 3º Concurso Interno de Fotografia de Celular
4 de junho de 2019

A ex-diretora do campus da Unioeste de Foz do Iguaçu, Idvani Valéria Grabarsch, foi condenada pelo Tribunal de Justiça do Paraná por improbidade administrativa, ocorrida há quase 20 anos.

A professora Idvani foi diretora do campus de Foz entre os anos 2000 e 2002. A sentença aponta desvio de recursos, dispensa indevida de licitação e até o pagamento de notas frias.

A ex-diretora já fora condenada em primeira instância pela 2ª Vara da Fazenda Pública de Foz do Iguaçu em março de 2018 e, agora, o TJ confirmou a sentença. Ela teve os direitos políticos suspensos por cinco anos e foi obrigada a pagar multa.

A sentença do Juizo da 2ª Vara diz que ela desviou recursos da Fundação de Projetos e Estudos Avançados (Funpea) e dispensou indevidamente licitações ao arrepio da lei. Os autos afirmam que ela também autorizou o pagamento de notas frias para encobrir despesas irregulares.

Adelino de Souza Freelancer /Foto: Divulgação

Share

Leia mais sobre este conteúdo e outras informações na edição impressa.

GDIA