Contrabando e falsificação geraram prejuízos de R$ 160 bilhões em 2018

TRE conclui o recadastramento no Paraná em 2019, afirma presidente
16 de março de 2019
Com fim do visto de entrada, Foz espera dobrar número de turistas dos EUA
16 de março de 2019

Contrabando e falsificação geraram prejuízos de R$ 160 bilhões em 2018

Os prejuízos à economia brasileira relacionados à falsificação e ao contrabando ultrapassaram R$ 160 bilhões no ano passado. O montante significa um aumento de aproximadamente 14% em relação ao ano anterior. Somado, o prejuízo dos últimos três anos chega a R$ 410 bilhões.
Os dados foram levantados a partir de 902 operações das polícias Civil, Federal e Rodoviária Federal e da Receita Federal. A divulgação do relatório faz parte das atividades alusivas ao Dia Nacional de Combate ao Contrabando (3 de março).
Os cigarros e similares são os produtos mais contrabandeados. Segundo dados da Receita Federal, no ano passado os produtos derivados do tabaco representaram aproximadamente 43% do total de mercadorias apreendidas pelo órgão. A segunda posição na relação dos itens que entram irregularmente no país é ocupada pelos eletroeletrônicos, com 7,1%, e em terceiro aparecem as peças de vestuário, com 3,6%.

Da Redação com assessoria

 Foto: PRF

 

 

Share

Leia mais sobre este conteúdo e outras informações na edição impressa.

GDIA