Bolsonaro anuncia policial militar na Secretaria-Geral da Presidência

Nadia Calegário
22 de junho de 2019
Mídia americana diz que Trump aprovou ataque ao Irã, mas voltou atrás
22 de junho de 2019
Exibir tudo

O Presidente Jair Bolsonaro Durante Anuncio do Novo Ministro da Secretaria Geral da Presidencia da Republica,Major Jorge Antonio de Oliveira Francisco,e o Novo Presidente dos Correios e Telegrafos General Floriano Peixoto

O presidente Jair Bolsonaro anunciou ontem (21) o advogado e major da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) Jorge Antonio de Oliveira Francisco para assumir a Secretaria-Geral da Presidência da República. O militar, até então, ocupava a Subchefia de Assuntos Jurídicos da Casa Civil.

Já Floriano Peixoto Vieira Neto deixa a Secretaria-Geral para assumir a presidência dos Correios, substituindo Juarez Cunha. Na quinta-feira (20), o titular demitido já havia informado em sua conta na rede social Twitter que se afastaria do comando da estatal. Ele avaliou que sua gestão de sete meses à frente da empresa teve um “saldo positivo” na recuperação da empresa.

Sobre o major Francisco, Bolsonaro afirmou: “É uma pessoa que me acompanha há dez anos. É uma pessoa afeita à burocracia. Desejo boa sorte e temos plena confiança no trabalho dele”. O presidente classificou a ida de Floriano Peixoto para os Correios como uma “missão”. “Temos plena confiança de que ele a cumprirá a contento. É colega nosso acostumado a desafios”, disse.

Em relação à uma possível privatização dos Correios, Bolsonaro destacou que há sim essa intenção, mas que, no momento, o trabalho de Floriano Peixoto será fazer o “melhor possível” para que a estatal seja “motivo de orgulho para todos nós”. O presidente destacou como tarefa avaliar o fundo de pensão da empresa, Postalis.

Jonas Valente – Repórter da Agência Brasil

Share

Leia mais sobre este conteúdo e outras informações na edição impressa.

GDIA