Idgar Dias Júnior
Idgar Dias Júnior
História

Olá! Bom dia, leitor!
- Hoje, quinta-feira, dia 13 de agosto de 2020, é celebrado o ‘Dia do Economista’;
- Também hoje se comemora o ‘Dia Mundial do Canhoto’;
- A data também é de celebração do ‘Dia dos Encarcerados’.

História
Dois fatos históricos marcam a data de hoje:
- foi em 13 de agosto de 1961 que se iniciou a construção do Muro de Berlim; e como é sabido, a sua queda se deu na virada do dia 09 para o dia 10 de novembro de 1989;
- e em 13 de agosto de 2014 morreu o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos, em acidente aéreo na cidade de Santos-SP.

Jair Bolsonaro, Michel Temer & Cia. Ltda.
Muitos de nós temos notado a forma como o presidente Jair Bolsonaro arrefeceu de forma evidente os seus discursos. Parece que falas como o “Acabou, porra!” são coisas que ficaram no passado. Parece, é bom que se diga. E há quem diga que tal mudança em grande parte se deve ao fato de o mandatário ter se aproximado – e muito! – do ex-presidente Michel Temer, que  não esconde de ninguém, sempre que dá entrevistas, que tem conversado muito com Jair Bolsonaro. Quem diria!
O fato é que a aproximação com o inarredável Centrão, a diminuição das entrevistas à porta do Palácio da Alvorada e a recente indicação do ex-presidente Michel Temer para coordenar  a missão enviada ao Líbano com remédios e equipamentos/materiais hospitalares (para ajudar na recuperação das pessoas desabrigadas e de moradores de Beirute assolados pela terrível explosão do porto que destruiu grande parte da cidade) são provas evidentes das orientações de quem esteve no poder - passou por poucas e boas – e tem muito a ensinar.

Missão impossível
A repórter Adriana Fernandes, do jornal O Estado de São Paulo, informa que ‘o funcionalismo público é composto 9,8 milhões de funcionários, o que representa 21% dos 46 milhões de postos formais [gente com carteira assinada] existentes atualmente no Brasil. [...]
O patamar médio de salários do funcionalismo público federal coloca seus servidores no grupo dos 6% mais ricos, portanto, menos expostos à  chamada regressividade do sistema tributário brasileiro (o que evidencia que quem ganha mais paga proporcionalmente menos impostos)’.

Missão impossível (2)
A  reportagem  relata  ainda  que  ‘só em 2019, os mais de 605 mil funcionários federais civis custaram R$ 319 bilhões de reais, 21 vezes mais  do  que os recursos investidos em saneamento (abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto). [...]
O Brasil  gastou  com a folha de pagamentos dos servidores públicos 3,5 vezes mais do que com saúde e o dobro [do que gasta] com educação. [...]
Em  2019,  foram  desembolsados  R$ 928 bilhões  para pagar servidores públicos federais, estaduais e municipais das três esferas do Poder, o equivalente a 13,7% do Produto Interno Bruto (PIB). Enquanto os gastos com saúde somaram 3,9% do PIB, a educação recebeu 6% do PIB’.

Missão impossível (3)
O Brasil arrecadou 1,537 trilhões de reais em 2019.  Percebe como se gasta mal o dinheiro suado com o qual se sustenta o governo, leitor?

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808

História

Olá! Bom dia, leitor!
- Hoje, quarta-feira, dia 12 de agosto de 2020, é celebrado o ‘Dia Internacional da Juventude’ (ONU);
- Também hoje se comemora o ‘Dia Nacional das Artes’;
- A data também é de celebração do ‘Dia Nacional dos Direitos Humanos’.

História
Nesta data, em 1981, a IBM lançou o primeiro computador pessoal (ou ‘PC’) com o sistema operativo MS-DOS (acrônimo de Microsoft Disk Operating System).
‘Dentro da História da computação é considerado por alguns como sendo o produto que decidiu o destino da então minúscula Microsoft, o MS-DOS foi sucedido por duas linhas de produtos: o OS/2 e o Windows 3.11. O desenvolvimento destes sistemas operacionais  (e do Windows NT) pode ser considerado como a evolução da informática nas décadas de 1980 e 1990’ (Wikipedia).

Fala que eu te escuto
Quais são os riscos que o investidor está correndo nessa conjuntura [atual das Bolsas]?

R.: O risco para o investidor é perder dinheiro, porque o que vai acontecer é o seguinte: o ano vai virar e em algum momento o mercado vai começar a refazer as contas, isso acontece, inevitavelmente. Se eu estiver errado e as empresas mostrarem um lucro muito grande, aí quem comprou e segurou os papéis vai sair ganhando.
Mas agora, alguém me diz de onde vai vir todo esse crescimento, se não temos investimento e consumo? De onde vai vir esse dinheiro tão grande? Estou disposto a acreditar se alguém me explicar.
Do CEO da gestora Rio Bravo Investimentos, Paulo Bilyk, em entrevista a ‘O Estado de São Paulo’.

Fala que eu te escuto (2)
Entra governo, sai governo e o noticiário econômico repete os mesmos problemas nas contas públicas. Por que é tão difícil manter as contas equilibradas?

R.: O que o país gasta é escolha nossa. O Congresso representa a população e o Orçamento passa por ele. A questão é que desde a Constituição nós escolhemos gastar muito. A forma que o país encontrou para lidar com isso foi aumentar a carga tributária. Até 1992, a carga tributária era em torno de 25% do PIB. A partir de 1993, ela começa a crescer quase continuamente, chega a 34%, depois cai um pouquinho e hoje está em 33% do PIB. O que houve neste país foi que foram criados vários programas, e quando você cria uma despesa tem que pagar. Só que a partir de um certo momento a despesa continuou aumentando e a carga tributária deixou de aumentar. Foi isso que nos levou a um buraco fiscal. Desde 2016 estamos tentando resolver esse problema através do teto de gastos. Estamos falando de um país que tem 94% de sua despesa como gasto obrigatório. Temos 60% do orçamento ainda indexado, um montante que cresce todo ano automaticamente. É um orçamento muito engessado. Um ajuste fiscal num país como esse é necessariamente gradual.
Do então Secretário do Tesouro Mansueto Almeida (agora no BTG), falando à revista digital Crusoé.

Em suma
Assim fica mais fácil entender uma das muitas razões pelas quais Mansueto Almeida deixou o governo e foi para a iniciativa privada, tá certo?

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808

Meu Brasil brasileiro

Olá! Bom dia, leitor!
- Hoje, terça-feira, dia 11 de agosto de 2020, é celebrado o ‘Dia do Estudante’;
- Também hoje se comemora o ‘Dia da Televisão’;
- A data também é de celebração do ‘Dia do Advogado’; e
- Por fim, hoje é o ‘Dia do Garçom’.

Meu Brasil brasileiro
A Operação Lava Jato está sob bombardeiro cerrado! Trabalham contra ela de forma silente e muito ardilosa o atual Procurador-Geral da República, Augusto Aras (sob vistas grossas – e põe grossa nisto – do presidente da República que, é bom lembrar, tinha como uma das bandeiras de sua campanha nas eleições de 2018 o combate à corrupção!), ministros do STF como Gilmar Mendes e, para surpresa de pessoa alguma, parlamentares que compõem o Centrão, parlamentares do PT e até bolsonaristas.

Meu Brasil brasileiro (2)
Até o filho “zero um” do presidente da República, o hoje senador Flávio Bolsonaro - enroladíssimo num esquema de rachadinha ao tempo em que era deputado estadual no Rio de Janeiro (ALERJ) – resolveu por bem que também deve falar mal da Lava Jato. Em entrevista ao jornal O Globo ele disse: “O Aras tem feito um trabalho de fazer com que a lei valha para todos. Embora não ache que a Lava Jato seja esse corpo homogêneo, considero que pontualmente algumas pessoas ali têm interesse político ou financeiro. Se tivesse desmonte das investigações no Brasil, não íamos estar presenciando essa quantidade toda de operações”.

Meu Brasil brasileiro (3)
Se alguém perguntar a qualquer dessas pessoas que andam querendo ‘pegar’ a Lava Jato se elas são a favor de trabalhar para que o Brasil se desenvolva mais, se aprimore mais, se modernize mais,  faça da inclusão social uma bandeira e evite tudo o que tenha compromisso com o atraso, seguramente todas elas diriam que são absolutamente a favor. Coitado do Brasil; coitados dos brasileiros...

Faça o que eu digo
Como sabemos, o ministro Antônio Dias Toffoli é o atual presidente do STF, nossa Corte Suprema. Em uma recente sessão do Conselho Nacional de Justiça, o CNJ, na qual ‘era julgada a proibição a um juiz do Maranhão para  participar  de  debates  na internet com políticos do estado’, ele disse: “Eles tinham que colocar na Lei de Inelegibilidades a inelegibilidade de magistrados e membros do Ministério Público por pelo menos 8 anos.  Porque assim se evitaria de utilização da magistratura e do poder imparcial do juiz para fazer demagogia, aparecer para a opinião pública e depois se fazer candidato. Quem quer ser candidato tem que deixar a magistratura, tem que deixar o Ministério Público, e há de haver um período de inelegibilidade sim. Esse caso é paradigmático, porque a imprensa começa a incensar determinado magistrado e ele já se vê candidato a presidente da República, sem nem conhecer o Brasil, sem nem conhecer seu estado, sem ter ideia do que é a vida pública”.
Comentário: é claro que a prescrição proferida pelo eminente ministro Dias Toffoli não serve para ele e nem para nenhuma pessoa de seu círculo, tá certo? E seguramente o eminente ministro Dias Toffoli é outro daqueles acima citados a favor da modernização e desenvolvimento do País. E contra o atraso..!

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808

O ‘Tiozão do Churrasco’

Olá! Bom dia, leitor!
- Hoje, sexta-feira, dia 07 de agosto de 2020, é celebrado o ‘Dia Nacional do Documentário Brasileiro’;
- Nesta data, em 2006, “foi sancionada no Brasil a ‘Lei Maria da Penha’, considerada pela Organização das Nações Unidas (ONU) como  uma das três melhores legislações  do mundo no enfrentamento à violência contra as mulheres” (Wikipedia).

O ‘Tiozão do Churrasco’
Você conhece o ‘Tiozão do Churrasco’. Claro que conhece! Ele é o típico cidadão que já passou dos 55 anos de idade (às vezes nem isso) e ainda não é alguém na vida e, talvez por isso, tenta aparentar ser algo que ele almeja muito (soa obsessivo em muitas das vezes) mas que, por alguma circunstância ou mesmo conjuntura da vida, ainda não conseguiu ser.
O ‘Tiozão do Churrasco’ tem essa característica drasticamente agravada quando se trata de alguém já na aposentadoria: porque aquilo  que  ele ainda almeja começou a persegui-lo naquele tempo em que somos mais produtivos, não é? E agora que ele pendurou as chuteiras, as coisas tornam-se muito mais complicadas.
Por alguma razão que este humilde signatário não compreende bem, há um personagem interpretado no cinema por Jack Nicholson que representa alguém de alma muito semelhante à do nosso ‘Tiozão do Churrasco’; caso se interesse, caro leitor, o título em português do filme é ‘As confissões de Schmidt’ e no original, ‘About Schmidt’ (2002).
Conheço um ‘Tiozão do Churrasco’ que me parece querer ser fazendeiro (ou ‘coroné’) pois volta e meia o vejo pela cidade usando um chapéu  que lembra muito o modelo Panamá: pelas ruas do centro, em supermercados, nos shoppings. E de calça clara (parecendo linho branco) e com o cinto apertando-lhe a cintura que cresceu sobremaneira, infelizmente muitíssimo mais que a sabedoria.
O ‘Tiozão do Churrasco’ entende de vinhos e bebidas em geral, de política, de futebol e provavelmente a respeito das mulheres, não é? Nos grupos de WhatsApp sempre fala de forma professoral e, vez por outra, constrangendo ao apontar equívocos alheios.
O que o ‘Tiozão do Churrasco’ nem percebe é que ele é uma pessoa como Maradona, que nunca deve ou deveria ser deixado sozinho – o risco é grande. E talvez  seja  esta a maior razão para ele se soltar em tribunas como essas que os tempos atuais nos facultam, as redes sociais. E todos sabemos que as respectivas patroas nunca deixam ou deixariam o ‘Tiozão’ sozinho: justamente por conhecê-lo como a gente nem imagina.
Só que da tribuna do WhatsApp ele pode, sim, falar o que quer, como quer e tal, pois ali não pode ser visto por quem jamais permitiria que ele assim se comportasse, tá certo?
O ‘Tiozão do Churrasco’ incomoda, é inconveniente e, claro, chato, mas ao mesmo tempo inofensivo: porque ainda não é alguém. Talvez nunca seja; pois até então o ‘Tiozão do Churrasco’ só existiu, ainda não viveu.

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808

História (LVV)

Olá! Bom dia, leitor!
- Hoje, quinta-feira, dia 06 de agosto de 2020, é celebrado o ‘Dia Nacional dos Profissionais da Educação’;
- Também hoje se comemora o ‘Dia Interamericano do Escotista’;
- A data também é de celebração do ‘Dia de Hiroshima’.

História
Nesta data, "em 1945, a cidade de Hiroshima, no Japão, foi devastada quando a bomba atômica ‘Little Boy’ é lançada pelo B-29 ‘Enola Gay’ dos Estados Unidos. Instantaneamente cerca de 70.000 pessoas morreram e algumas dezenas de milhares morreram nos anos subsequentes devido a queimaduras e envenenamento por radiação. O evento praticamente selou o fim da Segunda Guerra Mundial e levou o Japão a finalmente aceitar a rendição incondicional frente aos Aliados.
Foi o primeiro  e único momento na história emque armas nucleares foram usadas em guerra e contra alvos civis".

Comparativo Brasil X Argentina em relação à Covid-19


Comentário: é impossível não considerar o fato de que o tratamento dado à pandemia pelos governos de ambos países teve efeito relevantíssimo nos números acima, tá certo? Goste-se ou não da realidade em questão, é fato que nossos governos – em todos os níveis: municipal, estadual e federal – estão se comportando, salvo as exceções de praxe, de forma irresponsável e nem um pouco empática. E alguns ainda se dão ao luxo de politizar tudo: começando pelos remédios, passam aos hospitais de campanha, uso de máscaras e agora, mais recentemente, até as vacinas. Noves fora, é claro, o desvio de dinheiro que seria usado para compra de equipamentos e materiais de uso hospitalar. Vergonhoso.

A Covid-19 em Foz
Um boletim da ‘Vigilância Epidemiológica de Foz do Iguaçu [informava em] 04.08.2020 (terça-feira), 66 novos casos de COVID-19, totalizando 3.558 casos da doença no município’ e 3.278 recuperados.
Dos novos casos, 41 são mulheres e 25 homens com idades entre 1 e 89 anos.
Apenas 3 pessoas [estavam] internadas e as demais [estavam] em isolamento domiciliar. Dos casos confirmados ativos, 187 [estavam] em isolamento domiciliar com sinais e sintomas leves e 60 pessoas [estavam] internadas.
[Naquele dia] Foz do Iguaçu registrou o 33º óbito de paciente vítima da Covid-19. A paciente, de 70 anos, estava internada no Hospital Ministro Costa Cavalcanti desde o dia 13 de julho. Ela deu entrada na instituição com pneumonia devido a Covid-19, não resistiu as complicações ocasionadas pela doença e faleceu no dia 1º de agosto’.
Comentário: a ordem ainda é distanciamento social na medida do possível, uso de máscara e lavagem das mãos sempre!

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808

Covid-19

'Jornalismo é publicar aquilo que alguém não quer que se publique. Todo o resto é publicidade'.
George Orwell

Olá! Bom dia, leitor!
- Hoje, quarta-feira, dia 05 de agosto de 2020, é celebrado o ‘Dia Nacional da Saúde’;
- Também hoje se comemora o ‘Dia Nacional da Farmácia’;
- Em 2016, nesta data, ocorreu a ‘Cerimônia de Abertura dos Jogos da XXXI Olimpíada o Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro’. Para quem já se esqueceu: o Brasil era governado à época por Dilma Rousseff e o estado do Rio por Luiz Fernando Pezão. Dilma foi apeada do poder em 31 de agosto do mesmo ano pelo impeachment e Pezão foi preso em novembro de 2018, pilhado que foi pela operação Lava Jato.
O Brasil ter sediado a Olimpíada equivale à mesma tese humorística que define a palavra ‘status’: você compra algo que não precisa, com dinheiro que não tem, para mostrar para um monte de gente que o detesta algo que você absolutamente não é.
Sim, caro leitor, Olimpíada é como academia de ginástica na definição zoeira que preconiza: só vão os que não precisam e os que não têm jeito. Nosso País não precisava do evento, posto que não levamos jeito para a maioria dos esportes ali disputados (o nosso número de medalhas conquistadas até então é prova disto).
Os maiores responsáveis por trazer a Olimpíada para o Brasil não estavam interessados em esporte ou medalhas, tá certo? Queriam para si o mesmo que o governo atual quer com a famigerada CPMF, né?

Covid-19
 

No mês de julho morreram 32.912 pessoas no Brasil vítimas da pandemia do coronavírus. Fazendo-se uma conta rápida, chega-se a um número tenebroso: morreram, na média, 1.061 pessoas por dia. Um verdadeiro horror. Este número de pessoas –1.061– conta um detalhe escabroso: morreu mais de uma pessoa por minuto no Brasil no mês de julho.
É bem provável que até o próximo domingo, dia 09, o Brasil ultrapasse a marca de 100 mil mortos pela Covid-19.
Mas é como me disse certa vez um grande amigo, Juan Sotuyo: ‘Quem se importa?’.

Eleições 2020
Estamos a cerca de 100 dias das eleições 2020, de prefeitos e vereadores, em 15 de novembro. Já tem candidato, leitor? Se tem ou não tem, há tempo para escolher candidato. O signatário quer lhe lembrar de apenas um detalhe:  não  reeleja  ninguém, ok?  A não ser que tenha certeza absoluta do ESPÍRITO PÚBLICO de quem queira reeleger.

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808

Os 20 Mandamentos para deixar de ser pobre

Olá! Bom dia, leitor!
- Hoje, terça-feira, dia 04 de agosto de 2020, é celebrado o ‘Dia da Campanha Educativa de Combate ao Câncer’;
- Também hoje se comemora o ‘Dia do Padre’.

Os 20 Mandamentos para deixar de ser pobre
Ser pobre não é o problema. Se manter pobre pelo resto da vida é que é problemático.
1. Nunca tenha vergonha de ser pobre. É temporário e 99,9% das pessoas na história do mundo começaram como você.
2. Seu objetivo é sair da pobreza, e não ficar chorando ou mostrando que você é pobre por uma injustiça social.
3. Nunca compre produtos de grife. Eles são feitos para novos ricos e pobres que querem mostrar que não são pobres, por terem vergonha.
4. Nunca compre produtos a prazo. Você vai pagar metade em juros e impostos sobre juros.
5. Compre somente à vista, que é a medida correta do que você é capaz de pagar.
6. Compre sempre produtos usados. Esses não pagam impostos como ICMS e IPI. O preço é o que eles valem. Essa é a única forma legal de sonegação.
7. Lembre-se que quem nos oprime é o sistema estatal, que impõe 45% de impostos sobre a nossa renda, obtida pela violência, a violência tributária. O lucro de 5% sobre vendas sobre o que você compra é retribuição pelos serviços prestados, pesquisa e qualidade.
8. É só seguir 5 e 6 que você quadruplica seu poder de compra. Poupe a diferença que em 40 anos você estará rico, numa geração.
9. Nunca compre carro novo. Todo carro novo vira usado no dia seguinte.
10. Nunca aposte na Telesena, no ‘bicho’, nunca acredite que dinheiro vem fácil ou sem esforço. Péssimo exemplo dado por todos os governos de esquerda e de direita.
11. Nunca empreste dinheiro sob nenhum pretexto, especialmente para o governo. Nenhum governo jamais devolveu dinheiro algum na história da humanidade, só deram calote após calote.
12. Nunca seja avalista de ninguém, muito menos sócio minoritário.
13. Nunca namore uma moça mais rica do que você. Você vai ralar anos a fio só para chegar aos pés dela. Escolha uma mais pobre, que vai te amar de paixão, e você irá ajudar na melhoria da distribuição da renda do país.
14. Nunca vote no PT, PSDB, PSOL, etc., que vão lhe dizer que você faz parte de uma classe que será pobre para sempre, se não votarem neles. Mentira! Eles sim que estão ficando cada vez mais ricos.
15. Nunca contraia uma dívida. Com o tempo você ficará sem histórico cadastral, e aí ninguém lhe concederá um empréstimo mesmo que você por um lapso queira.
16. Poupe 20% de tudo que você ganha, desde o dia 1.
17. Ao receber um aumento, mantenha seu padrão de vida anterior, e poupe mais aí.
18. Aumente seu padrão de vida somente depois da segunda promoção, mas para o nível da primeira.
19. Depois de alguns anos, você e seu cônjuge terão uma terceira fonte de rendimentos, os juros e dividendos: caminho para a classe média.
20. Nunca compre por impulso, só compre aquilo que estiver numa lista de compras feita meses atrás.
21. Nunca compre porcaria. Compre qualidade, mesmo sendo mais caro.
22. Nunca compre o mais barato. O que custa mesmo é comprar o produto errado. Pesquise sempre antes de comprar.
23. Aprenda matemática e contabilidade.
Você leu três mandamentos a mais do que devia. É o que nós ricos fizemos. Não tem erro.
Artigo de Stephen Kanitz, consultor e mestre em administração de empresas da Harvard Business School, publicado em blog.kanitz.com.br

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808

Crise? Que crise?

Olá! Bom dia, leitor!
- Hoje, segunda-feira, dia 03 de agosto de 2020, é celebrado o ‘Dia do Capoeirista’;
- Também hoje se comemora o ‘Dia do Tintureiro’.

Crise? Que crise?
Economistas de todas as correntes são quase unânimes quanto ao futuro do País: vamos passar pela recessão mais terrível de nossa história. Mas há quem diga que ela já chegou, haja vista notícias que chegam dando conta da perda de mais de 1,2 milhões de empregos até então. Muito ruim, tá certo?
Mas há quem aposte que não será bem assim e cita o fato de grandes fortunas estarem aumentando em plena época de pandemia. Os bilionários brasileiros estão ficando ainda mais ricos em tempos de Covid-19, eis uma grande verdade.
O signatário passou por outro tipo de experiência a demonstrar que, pelo menos o que tange certas áreas da economia, são visíveis alguns sinais de aquecimento. Quer ver, leitor? Tente encontrar agora um amigo capaz de lhe indicar um pedreiro que esteja disponível.

Idiossincrasia
No julho que se foi um dos maiores traficantes de drogas foi solto pela Justiça de São Paulo por conta do risco de contágio pela Covid-19 e posto em prisão domiciliar que não demorou nem um dia. Bem, o cidadão não esperou nem um dia e deu no pé para fora do Brasil.
E um juiz do Rio que estava cuidando do caso da falência da operadora ‘Oi’ foi de férias para Portugal e até o fim da semana passada ainda não havia voltado. Dizem que ele adoeceu já lá, bem entendido, e há perícia médica atestando seu estado de saúde. Que bom, né?
O fato é que, no Brasil, com o passar dos anos, o Estado se desorganizou de tal sorte que o advento e êxito de malfeitores de todos os matizes e de gente muito ruim e despreparada - em todos os níveis de governo, legislativo e judiciário - prevaleceu e tem prevalecido: só o crime está realmente organizado.

Frase
‘Quem votou em Bolsonaro ganhou uma nota de três reais’.
Da redação do site “O Antagonista”, em razão do descumprimento dos compromissos de campanha.

Pois é...
Reinaldo Azevedo tem razão. As plataformas de redes sociais decidiram por bem não acatar o que foi determinado pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF, que as proibiu de liberar as contas de gente bolsonarista que passou a acessá-las desde o estrangeiro uma vez bloqueadas no Brasil.
Azevedo faz lembrar em seu programa na BandNews (‘O É da Coisa’) que, na China e em outros países onde a democracia é um luxo, essas mesmas plataformas não se comportam da mesma forma. Por lá o buraco é mais embaixo, tá certo?

Duzentos pilas
E o governo vai lançar a nota de R$ 200,00 (duzentos reais). O pessoal do governo saiu a campo para as explicações de praxe, cheias de frases do tipo ‘tanto se me dá que claudique a azêmola; meu prazer é acicatá-la’. Esqueça as explicações, pois a razão é uma só: nosso dinheiro, nossa moeda, está entre as que mais se desvalorizaram ultimamente no planeta. Hoje em dia se faz pouco com este valor, né?

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808

História da Insulina

Olá! Bom dia, leitor!
- Hoje, sexta-feira, dia 31 de julho de 2020, é celebrado o ‘Dia da Campanha do Quilo’;
- Também hoje se comemora o ‘Dia da Mulher Africana’;
- Os católicos comemoram hoje o ‘Dia de Santo Inácio de Loyola’.

História da Insulina
Na opinião deste signatário, julho deveria servir de mês de comemoração do advento da insulina.
“A insulina foi descoberta em [27 de julho de] 1921 por Frederick Banting e Charles Best, no laboratório do professor de fisiologia John J. R. MacLeod, durante experimentos que tinham como objetivo o isolamento da secreção interna pancreática. Após experimentos em cães, Banting e Best sentiram-se encorajados e iniciaram os experimentos em humanos. Em 11 de janeiro de 1922, Leonard Thompson, de 14 anos, em estado crítico, foi o primeiro paciente a receber de modo injetável 15 ml de extrato pancreático; nesta primeira aplicação não houve efeito na redução da glicose e de corpos cetônicos na urina e causou efeitos colaterais. Diante disso, o biólogo James Colip uniu-se ao grupo de Banting purificando o extrato pancreático, diminuindo os efeitos colaterais. Em seguida, foi aplicado novamente no mesmo paciente tendo respostas positivas e eficazes no tratamento.
A descoberta da insulina foi um marco memorável no tratamento do diabetes e rendeu a equipe de estudiosos o prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia. A primeira insulina comercializada foi a Regular. Pelo efeito rápido, necessitava de 3 a 4 aplicações para um bom controle da glicemia, causando muitas queixas de pacientes e familiares. Com isso, a indústria farmacêutica e estudiosos passaram a estudar uma maneira de prolongar o tempo de ação da insulina. Entre 1930 e 1940, foi sintetizada por Hagedorn a insulina NPH, ao mesmo tempo que Scott e Fisher sintetizaram a insulina PZI (protamine-zinc insulin), prolongando o tempo de ação da insulina e diminuindo a quantidade de aplicações diárias.
Essas insulinas supriram o mercado mundial para tratamento do diabetes. Porém, na prática clínica foram observados quadros alérgicos, lipodistrofias (lesões no tecido subcutâneo) e resistência à insulina, deixando claro a necessidade de evolução do medicamento. Da protamina, protamina-zinco, protamina NPH chegamos à produção das insulinas biossintéticas humanas através da tecnologia de DNA recombinante. No final da década de 1990, as insulinas de ação ultra-rápida, lispro e asparte, foram sintetizadas através de inversões de posições de aminoácidos na cadeia molecular da insulina. Essas insulinas diminuíram o tempo de ação e duração do efeito da insulina regular, aproximando-se da ação fisiológica da insulina produzida pelo pâncreas. As indústrias farmacêuticas sempre buscam inovações para a produção de insulina.
Em 2001, foi a vez da descoberta da insulina de ação prolongada, denominada glargina, com a absorção e duração mais lenta quando comparada a insulina NPH, diminuindo os episódios de hipoglicemias. Depois das descobertas das insulinas lispro, asparte e glargina, vieram as insulinas determir e degludeca. [Tem-se] sempre melhoria no tratamento do diabetes com objetivo de proporcionar um melhor controle glicêmico ao paciente”.

Fonte: site www.bd.com

Serviço: aqui na cidade temos a Associação dos Diabéticos de Foz do Iguaçu (Fone: 3028-2526). A sede fica na Vila ‘A’, na Avenida Hildemar Leite França, 278.

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808

Perguntar não ofende

Olá! Bom dia, leitor!
- Hoje, quinta-feira, dia 30 de julho de 2020, é celebrado o ‘Dia Internacional da Amizade’;
- Também hoje se comemora o ‘Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas’;
- Nesta data, em 1930, a seleção de futebol do Uruguai venceu a primeira Copa do Mundo da FIFA. Em Montevidéu, capital daquele país.

Perguntar não ofende
E por onde anda o general Augusto Heleno que ninguém mais vê nem ouve? Será que a aproximação de Jair Bolsonaro com os deputados do ‘Centrão’ deixou silente o ministro do Gabinete de Segurança Institucional?
Para quem não se lembra mais, há exatos dois anos, durante a convenção do PSL - o partido do então candidato Bolsonaro - o general afirmou: “O centrão é a materialização da impunidade. Vai lutar pela impunidade. Vai apresentar um programa de governo cheio de mentiras. Não adianta fazer um programa de governo com frases maravilhosas. Cheio de mentira. Primeiro ato do presidente carimbado de centrão vai ser uma anistia ampla e irrestrita, indulto a todos os envolvidos na Lava-Jato. Não tenham dúvidas disso”.

Recordar é viver
Mudou o ‘Centrão’ ou mudou de ideia o general? No mesmo evento do PSL, Heleno disse ainda:
- “Esse pessoal aí, quanto mais falarem (no horário de TV), melhor. Eles podem terminar com uma musiquinha sensacional. Vou pela primeira vez cantar uma coisa que não é hino pátrio: ‘Se gritar pega centrão, não fica um meu irmão’.”
Comentário: pobre general Heleno. O governo do qual ele faz parte desde o início NUNCA esteve longe do Centrão – sabemos agora. A transferência lá atrás (em maio de 2019, né?) do COAF - do ministério da Justiça de Sergio Moro para o ministério da Economia de Paulo Guedes – é prova disto.

Recordar é viver (2)
O COAF saiu do ministério de Sergio Moro a pedido do Centrão e com o beneplácito do presidente. Mas as mudanças de posição não pararam por aí, como relatou a jornalista Thaís Oyama (UOL): Bolsonaro também mudou de ideia em relação ao foro privilegiado, à reeleição, à prisão de réu após julgamento em segunda instância, à CPI da Lava Toga e à saída do ex-juiz Sergio Moro do ministério da Justiça.

Vem cá
O jornal ‘O Globo’ relata que o embaixador dos EUA - Todd Chapman - alerta que se o Brasil permitir a chinesa Huawei no 5G enfrentará ‘consequências’. Já pensou? O representante americano sugere que as empresas americanas poderiam deixar de investir no País, por temer que segredos de propriedade intelectual não sejam protegidos. Beleza.
Pergunta para o doutor Chapman: no Brasil há empresas japonesas, coreanas, alemãs, francesas e tal; qual a garantia de que uma opção brasileira por um 5G americano também não resultaria em ‘segredos de propriedade intelectual’ desprotegidos?
Em tempo: o leilão do ‘5G’ no Brasil está previsto para 2021.

Reflexão
“O que o coronavírus revelou é a potência do culto americano ao egoísmo. E esse culto está nos matando”.
Da lavra de Paul Krugman, Prêmio Nobel de Economia, em artigo publicado na Folha de São Paulo.

Contato: [email protected]
WhatsApp: [45] 9.9950-3808