Com acirramento da fiscalização em Foz, traficantes migram para Guaíra

Eleições e Copa do Mundo devem afetar votações no Congresso
4 de janeiro de 2018
AEIFI alerta empreendedores individuais sobre os compromissos de início de ano
4 de janeiro de 2018

Com acirramento da fiscalização em Foz, traficantes migram para Guaíra

A cidade de Guaíra, na fronteira com o Paraguai e o Mato Grosso do Sul, passou a ser rota preferida de traficantes e contrabandistas depois que a fiscalização na fronteira de Foz com Ciudad del Este foi acirrada por meio de diversas operações. A polícia estima que mais de 20 quadrilhas estão agindo na região de Guaíra. Os contrabandistas e traficantes pegam o contrabando no Paraguai e atravessam a ponte Airton Senna para desovar as mercadorias em Guaíra (Paraná) e Mundo Novo (Mato Grosso do Sul). Milhares de veículos cruzam diariamente a ponte Airton Senna. A fiscalização é intensa, mas não chega perto do ideal devido a falta de estrutura da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Receita Federal. (Adelino de Souza Freelancer)

Share

Leia mais sobre este conteúdo e outras informações na edição impressa.

GDIA