Viaduto

Opinião
21 de outubro de 2017
Dezembro tem evento de cultura nerd no Colégio Mitre
22 de outubro de 2017

Viaduto

O viaduto na Avenida Costa e Silva com a BR-277, que será construído em 2018, conforme disse o governador Beto Richa, possui uma paternidade bem extensa. A lista de “responsáveis”, ou que assim se intitulam devido ao anúncio da obra, não é pequena. O Corvo já viu notícias sobre umas dez pessoas envolvidas na tarefa, todas batendo no peito reivindicando um dedinho pelo viaduto ou apresentando a fatura. Em cidade onde as coisas acontecem com raridade, qualquer obrazinha é disputada como fosse a mais importante de toda a história.

Boa grana
Os recursos para o viaduto devem somar algo em torno de R$ 17 milhões. Uns dizem que é muito dinheiro para a construção de um viaduto e que o valor poderia ser aproveitado em outras urgências, como é o caso da Perimetral Leste, uma via que retiraria o trânsito pesado das ruas centrais de Foz.

Comus é contra
O Conselho Comunitário de Saúde é contra a continuidade da intervenção no Hospital Municipal de Foz do Iguaçu. Por meio de nota, Sadi Buzanelo disse que o parecer conclusivo da Comissão Mista do Comus “discorda totalmente do teor dos Decretos Municipais de 11 de outubro de 2017”. E como é que faz? Se Foz não mantém nem posto de saúde, vai manter hospital? Há quem acredite na estadualização da unidade como forma de manter os serviços atendendo o povo da região.

Semana Tutelar
Buscando enaltecer o trabalho em defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes, o vereador Marcio Rosa (PSD) apresentou projeto que institui no Calendário Oficial de Eventos do município a Semana Municipal do Conselheiro Tutelar. A data deve ser sempre na semana de 18 de novembro, Dia do Conselheiro Tutelar. O projeto em análise nas comissões técnicas da Câmara é subscrito também pelos vereadores Anderson Andrade (PSC) e Adriana Luiz (PSD). Na justificativa, Marcio Rosa observa que o Brasil é pioneiro na consolidação de legislação sobre direitos da criança e do adolescente. “Dentre os avanços que o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) proporcionou, um dos principais foi a criação dos Conselhos Tutelares. A função de conselheiro foi criada em julho de 1990, juntamente com o Estatuto, sendo cargo público que implica em exercer o papel de educador e orientador”, apontou.

Dona ACIFI
Como publicamos ontem e resolvemos checar melhor o assunto, a ACIFI disse que vai mesmo dar uma de Pôncio Pilatos, lavando as mãos nas próximas campanhas para deputado estadual e federal. A manifestação seria do presidente Leandro Costa. O Corvo ainda não descobriu quais representantes de partidos políticos cobraram a posição da ACIFI, mas cá entre “nóis” algo assim precisa brotar dos associados, e não dos interessados. Leandro Costa deu uma resposta política, porém sabe que a briga pela representatividade é importante.

Postura
Como o Corvo já escreveu na edição de ontem, a Associação Comercial e Industrial de Foz do Iguaçu sempre se pautou pela eleição de pelo menos um deputado federal e dois estaduais. Nem se pode falar em elaborar pesquisas, pois não se sabe quem serão os candidatos. A decisão final da ACIFI, entidade que preza, e muito, pelo destino da Terra das Cataratas, deverá dar-se depois da metade do ano que vem. Como diz a música: “É cedo, amor”. O Corvo descobriu que várias entidades estão mobilizando-se em prol de uma ampla campanha de valorização do voto. Isso já seria uma força e tanto para os candidatos locais. Paraquedistas não faltam.

Sem empréstimo
Foz do Iguaçu deveria assumir a postura de não pedir mais favores nem deputados emprestados. Há gente muito competente e influente no meio político, com vontade de participar das eleições no ano que vem — basta a população colocar ordem na situação e escolher quem de fato nos representará com galhardia. Coisa chata é eleger gente que vai nos fazer passar vergonha. Isso ninguém merece em nenhuma esfera do Poder Legislativo.

Choveu vento e ventania
É assim que a vovó do Corvo dizia lá pelo início do século passado: “Choveu ventaria”. É que os temporais nas madrugadas e ao amanhecer acordam o povo de um jeito muito estranho, derrubando telhas nas cabeças. Além do mais caem árvores, muros, postes, e a rede elétrica fica serpenteando, soltando faíscas, com o povo sem luz. Os ventos beiram os 100 km/h, e dá-lhe bombeiros e gente da Copel de um lado a outro. E será assim nesta primavera, sem chance para o sossego.

Provopar no MT
Segundo informaram ao Corvo, ontem foi um dia movimentado no Ministério do Trabalho. Os funcionários do Provopar foram buscar os direitos. Taí um assunto que, dependendo, vai ficar parecido com o da Santa Casa — depois de 30 anos, ninguém viu a cor da grana. Como quase todo mundo foi indicado pela deputada, pode ser que ela dê um jeito na situação, afinal de contas 2018 é um ano político, e dona Claudia vai precisar de muita ajuda para se reeleger, o que seria no momento um sonho impossível.

E como será?
Pois é, taí uma boa pergunta: de qual discurso a deputada fará uso em palanque eleitoral em Foz do Iguaçu? Vai ficar difícil falar das obras do maridão enquanto prefeito, e também não será fácil lembrar os iguaçuenses sobre suas demandas em favor da cidade na ALEP. Nos últimos dois anos, Claudia Pereira tem se dedicado à causa de outros municípios, porque sabe que em Foz será pedreira.

Escravidão no trabalho
Num país onde o povo é escravizado pelos políticos, seria mesmo difícil criarem leis para banir de vez o trabalho escravo, ou radicalizarem contra essa prática vexaminosa. Permitir a escravidão faz parte do pacote ruralista para salvar Michel Temer da guilhotina. Órgãos internacionais estão berrando contra o descaso com o qual nossos “parlamentares” querem tratar o assunto. Onde se viu facilitar as coisas para as pessoas serem escravizadas no campo?

Pente-fino
Diversos celulares, carregadores, estoques (facas artesanais), brocas e fones de ouvido foram encontrados nas celas da Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu 2 (PEF 2) durante o primeiro dia de pente-fino realizado por agentes do Setor de Operações Especiais (SOE). A ação ocorreu durante toda a manhã e tarde de quarta-feira (18), sendo desencadeada como medida de segurança após o ataque sofrido por um dos agentes penitenciários da unidade, que ficou gravemente ferido ao ser esfaqueado por um detento. Na manhã de quinta (19), o serviço que havia sido cumprido apenas no bloco 1 da penitenciária, que conta com 15 galerias e aproximadamente 400 presos, foi retomado. A ordem era revistar tudo e todos, sem deixar passar nenhum detalhe.

Seu Paulo
O Corvo vai ouvir hoje o programa do Paulo Mac. Dizem que ele ficou afiando a língua durante toda a semana. Tomou até elixir de óleo de fígado de bacalhau visando a energizar as ondas do rádio. Depois de um recente resultado em Porto Alegre, o ex-prefeito não quer deixar barato.

Semáforos
Corvo, já li sobre isso, mas aquele semáforo da Avenida das Cataratas, na altura do Restaurante China, é mesmo uma gracinha. Demora um monte para abrir, porém depois que abre mal dá para passar quatro veículos. As luzes fecham o fluxo a jato! E o pior é que tem gente entrando na contramão para seguir em frente. Qualquer dia vai acontecer um acidente. E outra, lá na Avenida Morenitas tem outro semáforo que leva uns cinco minutos para abrir. É muito tempo, como é que regulam isso?
Marcos M. da Silva Neto

O Corvo responde: prezado, já avisamos ao Departamento de Trânsito sobre esses semáforos e controladores de velocidade. O tema é um dos que mais recebem observações dos leitores. Há casos em que alguns funcionam até de madrugada, segundo os leitores.

 

 

 

 

Share

GDIA