Vereador se defende de “ataques desonrosos” nas redes sociais

Eletricitários de Furnas promovem ato contra privatização da Eletrobrás
14 de abril de 2018
Cartes inaugura obras milionárias em Ciudad del Este e Hernandárias
14 de abril de 2018

Vereador se defende de “ataques desonrosos” nas redes sociais

O vereador Marcio Rosa (PSD) revelou na sessão de quinta-feira (12) da Câmara Municipal que sofreu “ataques desonrosos” nas redes sociais. O motivo seria uma distorção referente ao posicionamento dele em relação ao projeto de lei que proíbe a abordagem ou disciplina sobre a ideologia de gênero nas escolas municipais. Na primeira votação ocorrida na terça-feira (10), Marcio Rosa foi o único que votou contrário ao projeto. O texto retornará para segunda e definitiva votação no início de maio. Depois das críticas nas redes sociais, o vereador ocupou a tribuna na palavra livre para os devidos esclarecimentos. Explicou que o voto contrário ao projeto não significa que ele é a favor ou contra a abordagem do tema nas escolas municipais, apenas entende que, constitucionalmente, a Câmara não tem prerrogativas para legislar sobre grade escolar, sendo o tema exclusivamente de competência da União. (Elson Marques Freelancer/ Foto: Divulgação)

Share

GDIA