Tríplice Fronteira continua na rota dos contrabandistas de armas e munições

11 de fevereiro de 2019
Taxa sobre iluminação pública garantiu R$ 20 milhões ao município
11 de fevereiro de 2019

Duas grandes apreensões de armas e munições movimentaram as forças policiais nesse fim de semana, na Região Oeste. As equipes suspeitam que os artefatos tenham sido adquiridos no Paraguai e seriam enviados para facções no Rio de Janeiro.

A primeira ação ocorreu na sexta-feira (8) e resultou na prisão de duas pessoas e na retenção de três mil munições para fuzil. Investigações feitas pela Polícia Federal apontam que o armamento estava sendo enviado por transportadoras, de Cascavel para o Rio, escondidas em churrasqueiras elétricas.
Uma pessoa foi detida em flagrante em cada estado – quem enviou e quem foi retirar a encomenda. De acordo com a polícia, o tipo de munição apreendida é capaz de furar o nível de blindagem 3A, mais usado no país. Esse tipo de proteção consegue suportar tiros de armas como submetralhadoras.

Da redação / Foto: PRF

Share

Leia mais sobre este conteúdo e outras informações na edição impressa.

GDIA