Transporte público de Foz do Iguaçu perdeu cerca de quatro milhões de passageiros nos últimos sete anos

Qualidade de vida: Descubra o que é saúde quântica
16 de abril de 2018
Prefeitura abrirá chamamento público para atender dependentes químicos
16 de abril de 2018

Transporte público de Foz do Iguaçu perdeu cerca de quatro milhões de passageiros nos últimos sete anos

Em segunda reportagem sobre o transporte público, a redação do Gazeta Diário esmiuça o estudo elaborado pelo “Plano de Mobilidade Urbana” de Foz do Iguaçu. Ele revela que entre 2010 e 2017 o serviço de transporte público da cidade perdeu cerca de quatro milhões de passageiros ao longo do período. Dentre as razões para a queda constam a “falta de climatização dos coletivos, períodos maiores de tempo  para  chegada nos destinos, condições precárias de infraestrutura, além da inexistência de cobertura em  alguns  pontos  de  ônibus  pela  cidade”. O documento prossegue ao destacar que “outro grande motivo de muitos usuários evitarem o transporte público é a falta de conforto nestes veículos de transporte”. As altas temperaturas comumente registradas na cidade, aliadas à inexistência de sistema de climatização dos ônibus também são mencionados como fatores determinantes para a queda. Além disso, o baixo número de assentos, comparado à capacidade de passageiros, também é problema recorrente. (Da redação/Foto: Divulgação)

Share

GDIA