STF aprova extradição de paraguaios que sequestram filha de ex-presidente

Valentina Modas
16 de novembro de 2018
Corrida e Caminhada do HMCC quer mobilizar 600 participantes
16 de novembro de 2018

STF aprova extradição de paraguaios que sequestram filha de ex-presidente

A primeira turma do Supremo Tribunal Federal (STF) atendeu à solicitação do governo do Paraguai e votou pela extradição dos paraguaios Oscar Luiz Benítez e Lorenzo González Martínez. Os dois são acusados de participar do sequestro e morte de Cecília Cubas, filha do ex-presidente Raúl Cubas.

A extradição foi confirmada pelos ministros Luiz Roberto Barroso, Rosa Weber, Marco Aurelio de Mello e Alexandre Moraes, que acompanharam o voto do relator Luiz Fux. A decisão foi unânime. A extradição precisa ser confirmada pelo presidente Michel Temer.

O pedido de extradição foi formulado a partir do Acordo de Extradição entre os Estados-Membros do Mercosul e exige que os suspeitos respondam pelo crime em solo paraguaio, onde praticaram os crimes.

O ministro Luiz Fux, relator do processo, disse que o pedido de extradição atende todas as exigências legais, inclusive a dupla tipificação, mesmo que os delitos estejam prescritos.

A defesa dos dois paraguaios alega que eles não cometeram os crimes e que atuavam no Paraguai como dirigentes do Partido Pátria Livre, de oposição ao governo e que sofrem perseguição política.

(Adelino de Souza Freelancer /Foto: Divulgação)

Share

GDIA