Saúde quer vacinar 11 milhões de crianças contra sarampo e pólio

Parlamentares se preparam para esforço concentrado após convenções
1 de agosto de 2018
Mestrado em Políticas Públicas da UNILA abre inscrições em setembro
1 de agosto de 2018

Saúde quer vacinar 11 milhões de crianças contra sarampo e pólio

O cirurgião-dentista Ricardo Gadelha, 44 anos, foi diagnosticado com poliomielite pouco antes de completar 2 meses de vida. Em meio às sequelas que a doença deixou, sobretudo nos membros inferiores, ele garante fazer a sua parte pra que a chamada paralisia infantil não volte a fazer novas vítimas. Os filhos de Gadelha, Samuel, 14 anos, e Davi, 11 anos, foram devidamente imunizados contra a pólio. “Não quero nem desejo essa sequela pra ninguém. Filho protegido é filho vacinado. Nós, pais, temos essa responsabilidade”, reforçou. A partir da próxima segunda-feira (6), todas as crianças com idade entre 1 ano e menores de 5 anos devem ser levadas aos postos de saúde para receber a dose contra a pólio e também contra o sarampo. O Dia D de mobilização nacional foi agendado para o dia 18, um sábado, mas a campanha segue até o dia 31 de agosto. (Paula Laboissière – Repórter da Agência Brasil /Foto: Divulgação)

Share

GDIA