Saúde ocular: Você costuma ver pontinhos pretos?

Inauguração
28 de maio de 2018
Paralisação dos caminhoneiros muda cenário em ruas de Foz do Iguaçu
28 de maio de 2018

Saúde ocular: Você costuma ver pontinhos pretos?

Percebidas facilmente durante a leitura ou quando se olha fixamente para uma parede branca

Você já teve a sensação de enxergar pontinhos pretos se movendo quando direcionava a visão para algum objeto ou superfície clara?

Pensou que estava tendo alguma alucinação, mas esta visão continuou a persistir?
Estes pontos pretos são chamados de moscas volantes. O termo veio do latim, pois há mais de dois mil anos,
na Roma antiga, as pessoas já usavam a expressão “moscas volantes” para descrever esse problema oftalmológico. São pequenos pontos escuros, manchas, fi lamentos, círculos ou teias de aranha que parecem mover-se na frente de um ou de ambos os olhos. Percebidas mais facilmente durante a leitura ou quando se olha fixamentepara uma parede branca.

Mas é importante citar que com o processo natural de envelhecimento, o vítreo – fluído gelatinoso que preenche o globo ocular – contrai-se, podendo se separar da retina em alguns pontos, sem que isto cause obrigatoriamente danos à visão. As moscas volantes são proteínas ou minúsculas partículas de vítreo condensado, tecnicamente chamados grumos, formadas quando o vítreo se solta da retina. Embora pareçam estar na frente do olho, na realidade, elas estão flutuando no vítreo, dentro do olho. Nem sempre as moscas volantes interferem na visão. Mas, quando passam pela linha de visão, as partículas bloqueiam a luz e lançam sombras na retina, a parte posterior do olho onde se forma a imagem. Este problema ocorre com maior frequência após
os 45 anos, entre as pessoas míopes, as que se submetem à cirurgia de catarata ou ao tratamento com laser intraocular e também entre as que sofreram inflamação dentro dos olhos.

Mas é importante ressaltar que caso as moscas volantes não se encontrem relacionadas a um problema sério, como a perda parcial ou total da visão, fl ashes luminosos, olho vermelho e dor, não será necessário tratamento. Com o passar do tempo elas
tendem a diminuir. Mas, se as moscas volantes forem um sintoma de descolamento ou rasgo da retina, elas devem ser tratadas a fim de evitar a um problema mais sério. Por isso, consulte seu oftalmologista e faça os exames necessários para o diagnóstico correto, a fim de ter o tratamento adequado. (Dr. Renato Tolazzi Médico Oftalmologista / Foto: Divulgação)

Share

GDIA