Justiça bloqueia R$ 14,5 milhões de bens de Reni e outros nove réus

União terá de cumprir plano de segurança para Foz do Iguaçu e região
4 de maio de 2018
4 de maio de 2018

Justiça bloqueia R$ 14,5 milhões de bens de Reni e outros nove réus

O ex-prefeito Reni Pereira (PSB) e mais nove réus na “Operação Pecúlio” estão com R$ 14,5 milhões em bens bloqueados por determinação da 3ª  Vara Federal de Foz do Iguaçu. A decisão é resultado de uma ação civil pública por improbidade administrativa ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPF) que permaneceu até então sob sigilo. O processo, que agora se encontra disponível para consulta, foi interposto em meados de maio de 2017 e está atualmente em fase de instrução. De acordo com o MPF, os acusados devem devolver aos cofres públicos valores que teriam sido pagos indevidamente ao laboratório de análises clínicas Biocenter, contratado durante a gestão do ex-prefeito, além de pagamento por dano moral coletivo à sociedade iguaçuense. (Bruno Soares – reportagem /Foto: Roger Meireles/arquivo)

Share

GDIA