Programa Mais Médicos já definiu 9 profissionais para atuar em Foz

Foz se destaca na produção de peixes no Oeste do Paraná
8 de janeiro de 2019
8 de janeiro de 2019

Programa Mais Médicos já definiu 9 profissionais para atuar em Foz

 

Pouco mais de um mês após a saída dos médicos cubanos do Mais Médicos, Foz do Iguaçu já preencheu as nove vagas abertas. A maioria dos profissionais já está atuando no Programa Saúde da Família (PSF), junto às unidades básicas definidas pela Secretaria Municipal de Saúde. No Paraná, todas as 458 ofertadas em edital pelo Ministério da Saúde já foram preenchidas, mas muitos municípios ainda aguardam a chegada dos novos médicos. A saída dos médicos cubanos do programa ocorreu no início de dezembro de 2018, por decisão do Ministério da Saúde de Cuba, que não concordou com posicionamento de Jair Bolsonaro, que havia acabado de ser eleito presidente do Brasil. Em Foz do Iguaçu, das 40 equipes do PSF, 27 são do Mais Médicos, segundo a diretora de Atenção Básica da Saúde, doutora Regina Maria Gonçalves Dias.

A saída dos profissionais afetou o atendimento de aproximadamente 26 mil pessoas. “Já temos praticamente os nove médicos repostos pelo programa do Ministério da Saúde. Ainda falta um, mas o processo (de documentação) já está em andamento”, informou ao Gazeta Diário, a secretária de Saúde, Katia Yumi Uchimura. Segundo ela, todos os definidos para a cidade são brasileiros com registro no Conselho Regional de Medicina (CRM).

(Ronildo Pimentel /Foto: Agência Brasil/arquivo)

Share

Leia mais sobre este conteúdo e outras informações na edição impressa.

GDIA