Presidente Geisel autorizou execuções de opositores durante ditadura, diz CIA

Paraguai em festa na segunda e terça para comemorar Independência e Dia das Mães
12 de maio de 2018
Marcos Stamm recebe jovens medalhistas que participaram no Mundial de Marrocos
12 de maio de 2018

Presidente Geisel autorizou execuções de opositores durante ditadura, diz CIA

Documento tornado público pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos mostra que o ex-presidente Ernesto Geisel (1974-1979) autorizou que o Centro de Inteligência do Exército (CIE) continuasse a política de execuções sumárias contra opositores da ditadura militar no Brasil adotadas durante o governo de Emílio Garrastazu Médici, mas que limitasse as execuções aos mais “perigosos subversivos”. O memorando de 11 de abril de 1974, assinado pelo então diretor da CIA (serviço de inteligência dos EUA) Willian Colby e endereçado ao então secretário de Estado Henry Kissinger, afirma que o presidente Geisel disse ao chefe do Serviço Nacional de Informações (SNI) à época, João Baptista Figueiredo, que se tornou presidente entre 1979 e 1985, que as execuções deveriam continuar. (Agência Brasil /Foto: Divulgação)

Share

GDIA