Polícia Ambiental prende 14 pessoas por caça ilegal no Parque Nacional

Comtur e Soldado Fruet debatem ações para fortalecer o turismo em Foz
1 de novembro de 2018
Concluídas audiências do ex-prefeito de Foz do Iguaçu na Operação Pecúlio
1 de novembro de 2018

Polícia Ambiental prende 14 pessoas por caça ilegal no Parque Nacional

Em mais uma grande operação de combate à caça, a Polícia Ambiental prendeu mais 14 pessoas no entorno do Parque Nacional do Iguaçu. As ações foram realizadas nos dias 29 e 30 e divulgadas nesta quarta-feira (31).

Batizada de Artemis II, a operação foi realizada em Cascavel, Santa Tereza do Oeste, Lindoeste, Santa Lúcia, Capitão Leônidas Marques, Três Barras do Paraná e Quedas do Iguaçu. Esses municípios fazem divisa com o Parque Nacional do Iguaçu.

As investigações sobre a caça no interior do parque tiveram início há seis meses. A Polícia Ambiental recebeu informações sobre a caça predatória em propriedades lindeiras à reserva e constatou que a ação estava sendo realizada em sete municípios.

Após a constatação do crime, a Polícia Ambiental solicitou autorização judicial para prender os criminosos. Foram expedidos 32 mandados de prisão e de busca e apreensão. 60 policiais agiram simultaneamente nos sete municípios para evitar a comunicação entre os caçadores.

(Adelino de Souza Freelancer / Foto: Divulgação)

Share

GDIA