Paraguai oferece recompensa de R$ 3,5 milhões pelos líderes do EPP

Homem é preso com 53 quilos de cocaína  em abordagem da PRF
3 de setembro de 2018
Parvovirose canina: uma virose comum e grave
3 de setembro de 2018

Paraguai oferece recompensa de R$ 3,5 milhões pelos líderes do EPP

Cartazes com o título “buscado”, contendo a foto dos líderes do Exército do Povo Paraguaio (EPP) estão sendo espalhados pelo território guarani, especialmente no Departamento de São Pedro, onde o EPP costuma agir com maior desenvoltura, favorecido pela região montanhosa, de selva fechada. Diz o cartaz: “Procurados por homicídio, sequestro, terrorismo, roubo agravado e associação criminosa”. A recompensa oferecida é de 5 bilhões de guaranis, o equivalente a R$ 3,5 milhões, cerca de R$ 700 mil por cabeça. Trata-se de uma soma cobiçada. Duro será encontrar alguém corajoso o suficiente para penetrar na selva fechada à procura de guerrilheiros que sequestram, torturam e matam, como já ficou comprovado em suas diversas ações. Para se ter uma ideia, o EPP sequestrou e matou a filha do ex-presidente paraguaio, Raúl Cubas Grau. A recompensa tentadora revela, também, como o novo presidente do Paraguai, Mário Abdo Benítez, pretende tratar esse grupo que vem fustigando as autoridades paraguaias há mais de 20 anos. (Adelino de Souza Freelancer / Foto: Divulgação)

Share

GDIA