Paraguai destrói mais 342 toneladas de plantação de maconha, diz Senad

São Miguel do Iguaçu celebra a XVII Semana Cultural Indígena
19 de abril de 2018
Aprovada lei que promove a igualdade racial na cidade
19 de abril de 2018

Paraguai destrói mais 342 toneladas de plantação de maconha, diz Senad

O Paraguai decidiu agir com mais rigor contra o narcotráfico nos últimos dias, fazendo apreensões de drogas e destruindo plantações de maconha na região de Amambay, onde a droga é cultivada em grande quantidade. Nesta quarta-feira (18) a Secretaria Nacional Antidrogas divulgou um balanço sobre os trabalhos realizados junto com o Ministério Público, Forças Armadas e a Polícia Federal brasileira. De acordo com o informe, foram destruídas 342 toneladas de maconha, provocando um prejuízo de US$ 13 milhões aos traficantes. As ações são realizadas por terra e ar. Helicópteros das Forças Armadas sobrevoam a região para localizar as plantações e maconha. Agentes da Senad e soldados do Exército fazem incursões pela selva e destroem a droga. Nessas ações já foram localizados e destruídos 87 acampamentos utilizados para armazenar sementes e fazer a plantação. Nesses acampamentos foram localizadas armas e máquinas destinadas ao processamento da maconha. (Adelino de Souza Freelancer / Fotos: Senad)

 

 

Share

GDIA