Oxigenoterapia para feridas de difícil cicatrização

Fronteira Gastronômica na Vila A organiza show ao vivo nesta quinta
11 de fevereiro de 2019
Chico Brasileiro vistoria obras de drenagens e pavimentação no Morumbi
11 de fevereiro de 2019

Feridas que por uma falha nos mecanismos normais de cicatrização tem retardado ou paralisado o seu processo de restauração dos tecidos. Isso pode ocorrer por anormalidades locais ou por doenças sistêmicas. Elas incluem lesões no pé diabético, comprometimento em locais de amputações, feridas traumáticas que não cicatrizam e feridas de origem vascular, entre outras.

Para o tratamento de Feridas Complexas, é necessário um centro especializado no diagnóstico e tratamento das diferentes causas, objetivando a ação racional, individualizada e a cura no menor período de tempo. Se utilizada tecnologia de ponta como a Oxigenoterapia Hiperbárica e o uso de curativos adequados, obtém-se maior conforto, menor número de trocas, menos dor, controle mais rápido da infecção local e estímulo à cicatrização das feridas em menos tempo.

Gustavo Ferst Kleiniibing – ANESTESIOLOGIA
CRM/PR 18906 | RQE 13058

Foto: Divulgação

 

Share

Leia mais sobre este conteúdo e outras informações na edição impressa.

GDIA