Opinião

Na Geral
1 de março de 2018
Canteiro?
2 de março de 2018

Opinião

Bom dia, leitor!
‘Carpe diem!’
– Hoje, sexta-feira, dia 02 de março, é comemorado o ‘Dia Nacional do Turismo’;
– Também hoje se comemora o ‘Dia da Oração’.

Administração irresponsável
O Brasil vai sendo rebaixado pelas agências de classificação de risco de crédito fundamentalmente em função da desistência do governo em fazer a reforma da Previdência. Nossa previdência pública está quebrada e poucos, como Stephen Kanitz, se dispõem a contar a razão pela qual chegamos à situação atual: “Todos os nossos ministros da Fazenda meteram a mão nas nossas contribuições previdenciárias, para cobrir juros e despesas de uma administração irresponsável. Para que guardar dinheiro por 30 anos? Gastemos já, diziam eles na época. Culpar agora o Congresso é cinismo puro; esses ministros deveriam ser presos por improbidade administrativa.
Os mais inteligentes, formados em Economia, sabem que o dinheiro sumiu e que as dívidas nem foram provisionadas. Foram registradas incorretamente como Receitas e não como Dívidas Previdenciárias a Pagar”.
Hoje os gastos com benefícios previdenciários representam 54% das despesas primárias do governo.

Noruega foi pega na mentira
De Claudio Humberto: “O embargo do Ibama às operações na Amazônia da Norsk Hydro, na exploração de bauxita, expôs a hipocrisia norueguesa quando o assunto é meio-ambiente. Dono de 43,8% da empresa, o governo da Noruega adora fazer pose de compromissos ambientalistas, mas no Pará ignorou até as recomendações do Ministério Público Federal e do governo para reduzir a produção de resíduos na mina, provocando vazamento de poluentes e desmatamento. Agora está embargada.
Além de desmatar e poluir mundo afora, a Noruega mata baleias sem piedade. O governo fixou ‘cota’ de matança de mil baleias por ano.
A farsa norueguesa virou matéria da agência alemã Deutsche-Welle sobre a poluição dos mares do Ártico, na exploração de gás e petróleo.
A ampliação das atividades no Ártico aumentaria em 50% as emissões de gás carbônico na Noruega, violando inclusive o Acordo de Paris”.

Noruega foi pega na mentira (2)
Recordar é viver. Em junho de 2017, Michel Temer fez visita oficial à Noruega, cometeu uma gafe bem grande (chamou o rei norueguês Harald V de ‘rei da Suécia, país escandinavo vizinho à Noruega) e ouviu da primeira-ministra Erna Solberg ‘que a Lava Jato preocupa o país’ e que ‘é preciso achar uma solução para a corrupção no Brasil’. Erna Solberg praticamente insistiu: “Estamos muito preocupados com a Lava Jato. É importante fazer uma limpeza”.
Tudo bem. “A premiê da Noruega fez os comentários apesar de uma empresa norueguesa, a Sevan Drilling, ter aparecido na Lava Jato. Segundo reportagem publicada (à época) pelo jornal O Estado de São Paulo em janeiro de 2016, a Sevan Drilling pagou cerca de 140 milhões de reais em propina para corromper funcionários da Petrobras”.
Pode isso, Arnaldo?

Noruega foi pega na mentira (3)
‘A Noruega é o maior doador do Fundo Amazônia, para o qual já destinou cerca de R$ 2,8 bilhões – entre 2009 e 2016 – com o objetivo de financiar a preservação da floresta’, segundo a BBC Brasil. Uma beleza, mas quanto a mesma Noruega não ganhou explorando bauxita neste mesmo intervalo de tempo?
Em tempo: a bauxita é o minério que, uma vez processado, se transforma em alumínio.

Chegou a sexta-feira! Programemos o fim de semana, o relaxamento, certo? Boa jornada!
Sorte e saúde sempre a todos!

Share

GDIA