Ontem, Dia da Mulher

Opinião
9 de março de 2018
Prefeito troca dois secretários, cria pasta para primeira dama e retoma Secretaria de Governo
9 de março de 2018

Ontem, Dia da Mulher

O sexo frágil se sente oprimido, minimizado, inferiorizado pela sociedade, recebe salários menores e possui menos espaço no mercado de trabalho, na política e em boa parte das profissões. É um fato. Em contrapartida, o homem reconhece tudo isso e celebra o Dia Internacional da Mulher com grande exaltação, muito, muito mais a perder de vista se comparado ao Dia do Homem. Afinal, existe um Dia do Homem?

Pior que existe
O dia dedicado aos seres do sexo masculino é comemorado no Brasil em 15 de julho, mas o Dia Internacional do Homem é celebrado em 19 de novembro. O que é pra ver: o homem tem duas datas, e nenhuma é lembrada. Por este aspecto as mulheres não devem queixar-se.

Hípica barulhenta
O Corvo tem recebido várias reclamações sobre um caso sério de perturbação do silêncio ocorrido nos domínios do Clube Hípico de Foz do Iguaçu. Um morador das casas que há lá, certamente funcionário, faz a maior algazarra todos os dias. Ele liga o som do carro num volume simplesmente ensurdecedor, o que faz os vidros das janelas dos vizinhos vibrarem. O curioso é que eles estão a mais de 200 metros de local, pra se ter uma ideia do nível de decibéis.

Sem conversa
Algumas pessoas já foram falar com o rapaz, mas ao que consta conversa não adianta. Todos os dias quando encerra o trabalho e nos finais de semana, dá-lhe caixas vibrando ao som das piores músicas do mercado; o tum tum tum vara noite adentro. Se os vizinhos não dormem, o que dizer dos cavalinhos nas cocheiras. A hípica presta um enorme serviço à sociedade por meio da história; muitos jovens tomaram rumo na vida após passarem por lá; os passarinhos adoram o bosque que alegra o local, mas o som estraga tudo. O pior é que em caso de denúncia os sócios é que pagarão a conta e poderão responder por perturbação do sossego.

Viaduto Lyrio Bertoli
Belíssima iniciativa do governador Beto Richa ao anunciar a simpática homenagem ao ex-deputado Lyrio Bertoli, falecido nesta semana. O viaduto na entrada da cidade, precisamente na Avenida Costa e Silva, levará o seu nome. O Corvo não é em nada pessimista, mas o elevado estava no projeto das concessionárias de pedágio, porém depois das recentes novas será que sai do papel? Tomara que saia.

Protesto dos coletores
Mais uma vez os sacos de lixo se acumularam em razão da falta de entendimento entre a concessionária que recolhe o lixo em Foz e seus intrépidos funcionários que correm atrás do caminhão pela rua. Isso não é a primeira vez que acontece. A empresa diz que paga muito; e os empregados, que ganham pouco; e assim la nave va. E o cidadão, que paga o imposto para ter o lixo recolhido, é que paga o pato.

A culpa é do Paulo
Na tarde de quarta-feira, o Corvo teve acesso a um release do Ministério Público revelando que Paulo Mac Donald tivera uma condenação por realizar vários contratos antes de deixar o governo. Ele já havia derrubado a denúncia em Foz, mas acabou perdendo em Curitiba; agora deverá recorrer. Quem não se lembra das acusações de Reni de que Paulo teria deixado uma dívida de mais de um bilhão? Segundo este Corvo pesquisou, Paulo assumiu sua primeira gestão com uma dívida de mais de 65 milhões e entregou o Palácio Iguaçu com menos de 40, o que foi considerado pouco pelos técnicos da época. Agora só falta aparecer o Reni dizendo que o culpado pela sua administração desastrosa foi o Mac. E tem gente que ainda briga para assumir prefeitura; que sufoco.

Alguém explica?
Se no último ano de administração, que em geral é ano político, há uma grande limitação em contratações, como é que o Paulo pode ter contraído tantas dívidas? Estranho isso, não é?

Barracões de reciclagem
Qualquer cidadão possui o mundo na ponta dos dedos. Então, bastaria fazer uma pesquisa para saber que a reciclagem do lixo é um dos negócios mais prósperos e rentáveis em todo o chamado mundo desenvolvido. Em Foz do Iguaçu isso está no quinto mundo, com as estruturas abandonadas, como mostrou a edição de ontem, com ratos e insetos povoando os espaços cedidos para o trabalho. O lixo de Foz do Iguaçu é muito rico, mas pelo momento está entupindo os bueiros e causando enchentes. Acredite, a foto que ilustra esta nota é de uma usina de reciclagem em Curitiba. Tudo está tão próximo, mas parece tão longe.

Guerra aos golpistas
A prefeita Sandra Zacarias quer acabar com os golpes em sua cidade. Eles são aplicados por dezenas de aproveitadores e escroques, gente dedicada a enganar compristas e quem vai visitar aquele paraíso de produtos de todos os continentes. Deveriam aproveitar e tirar de circulação aqueles caras que ficam brincando com máquinas de aplicar choque. Na semana passada uma criança teria se acidentado. Bom, se há golpistas, há também quem cai nas arapucas. Mas aplicam golpes também nos comerciantes de CDE. Há vários larápios disfarçados de fiscais, e dá-lhe arrochar a turma que está trabalhando.

Celular clonado
Uma nota circulou no meio da comunicação ontem: a vice-governadora Cida Borghetti disse que teve uma surpresa desagradável na noite de quarta-feira, quando foi avisada que seu celular havia sido clonado. Os golpistas usaram o nome da autoridade enviando mensagens aos contatos do aparelho, pedindo dinheiro emprestado. E teve gente que transferiu a grana na horinha. Que barbaridade, pois em ano político o natural seria pedir voto, mas os safados pediram dinheiro, e o socorro ao que tudo indica foi meio que imediato.

Acabou em BO
Cida estava em Brasília e anunciou o ocorrido imediatamente em suas redes sociais, evitando que mais pessoas caíssem na arapuca. A vice-governadora fez um BO, e o caso está sendo investigado pela Secretaria de Segurança. É o fim da picada.

Celulares na cadeia
O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná emitiu nota ontem lamentando mais um caso envolvendo a suposta corrupção de um agente, acusado de levar celulares e carregadores para dentro da Cadeia Pública Laudemir Neves. De novo? “O SINDARSPEN é radicalmente contra qualquer postura e/ou ação que ameace a segurança e a honra da carreira dos agentes penitenciários. No entanto, destaca que é preciso garantir o direito constitucional de defesa do acusado.” Que praga isso, hein?

Corrida Insana
Taí um evento que pode pegar. Neste domingo teremos em Foz a Corrida Insana. As provas acontecem das 8h às 12h e fazem parte da segunda temporada do Circuito Insano no Brasil. Igual às Olimpíadas do Faustão, novos obstáculos infláveis importados somam os 12 desafios para os corredores, num circuito de cinco quilômetros de diversão esportiva para toda a família. Se o joelho do Corvo não estivesse inchado, já estaria escrito.

Inscrições
As inscrições continuam abertas e podem ser feitas pelo site oficial do evento: www.corridainsana.com.br ou diretamente pelo link https://www.sympla.com.br/a-corrida-insana—etapa-foz-do-iguacu__155782. O preço é R$ 89, mais taxas. Cada corredor inscrito recebe o Kit Insano, composto por uma camisa, número de peito e bandana, embalados em uma sacola biodegradável. A medalha de participação será entregue na linha de chegada a todos que concluírem o percurso.

Share

GDIA