O projeto Amigos no BMX segue trazendo medalhas para Foz

Debate sobre aborto teve abordagem mais científica no STF
6 de agosto de 2018
6 de agosto de 2018

O projeto Amigos no BMX segue trazendo medalhas para Foz

O próximo desafio para os atletas será dias 25 e 26 de agosto em Palotina na 2° etapa da Copa Oeste de Biociclos

 

Na terceira etapa disputada em Toledo, os pilotos fizeram bonito, trazendo diversos pódios e medalhas em todas as categorias, repetindo os ótimos resultados conseguidos na etapa de Foz, o que mostra que os treinamentos estão no caminho certo.

Segundo a treinadora, professora Nayla, disputar as etapas do Paranaense tem sido um grande incentivo aos pilotos que já servem de inspiração àqueles que estão iniciando na modalidade, pois a cada dia a procura de jovens aumenta, o que orgulha a todos envolvidos no projeto, a começar por Wagner Zelinsk que coordena o BMX no projeto.

Além da professora Nayla, o projeto conta com a colaboração e o empenho de Carlos Magnus e Maico da Luz que    lapidam tecnicamente os pilotos do projeto. “Ter Maico da Luz junto aos adolescentes do projeto é um privilégio, pois eles têm em quem espelhar para desenvolverem-se no esporte, pois ele é um exemplo. Maico é tetra campeão Paranaense, Campeão Pan-americano em 2017 e recentemente foi W7 no Mundial em Azerbaijão, trazendo também um 5° e um 6° lugar no Campeonato Brasileiro em Americana (SP) e mesmo tendo sua bike e bagagem extraviada pela companhia aérea em Medellín – Colômbia-, trouxe o 6° lugar na Categoria Cruiser no Pan-americano de BMX; 5° lugar na Copa Latino-americana categoria men 30/34 anos e 4° lugar na categoria cruiser 30/34 anos, o que faz nos orgulhar a todos”, disse.

O próximo desafio para os atletas do projeto BMX Amigos será dias 25 e 26 de agosto em Palotina na 2° etapa da Copa Oeste de Biociclos. “Enquanto aguardamos a 4ª etapa do Campeonato Paranaense que ainda não tem data confirmada seguimos todos focados. Agradecemos a Secretária Municipal de Esporte e Lazer pelo apoio e ao Luciano Castilla da Associação Ciclística Cataratas do Iguaçu – ACCI pelo apoio de sempre ao projeto”, concluiu a professora Nayla.

 

Modalidade

BMX ou Bicicross é um esporte praticado com bicicletas especiais, uma espécie de corrida em pistas de terra. Surgiu no final da década de 1950 na Europa e se popularizou na Califórnia no começo dos anos 1960. Já o Freestyle (estilo livre) também é dividido em modalidades, sendo diferenciadas pelo local e a forma de como são executadas as manobras.

O BMX se divide em duas modalidades, o BMX Racing (corrida) e o BMX Freestyle (Manobras). No Brasil a modalidade chegou em julho de 1978

 

(D.M Esportes   /Foto: Divulgação)

Share

GDIA