Morte em Medianeira aumenta índice de vítimas da gripe no PR

18 de agosto de 2018
TSE publica registros e prazo para impugnar candidaturas é aberto
18 de agosto de 2018

Morte em Medianeira aumenta índice de vítimas da gripe no PR

A Secretaria Estadual da Saúde (SESA) confirmou na quarta-feira (15), mais uma morte em Medianeira, engrossando a estatística de vítimas da gripe no Paraná em 2018. Em uma semana, foram registrados três novos casos incluindo um Carambeí e outro em Telêmaco Borba, ambas as cidades nos Campos Gerais. Em Foz do Iguaçu, sete mortes foram registradas de janeiro a agosto deste ano. Pelo menos metade das vítimas fatais tinha mais de 60 anos de idade. No Paraná, segundo o boletim divulgado pela SESA, foram registradas 90 mortes em função da gripe nos primeiros meses de 2018. Desde o início do ano, foram computados 565 casos da doença no Estado. Deste total, 202 foram por Influenza A (H1N1), com 39 mortes; 320 por Influenza A (H3), com 49 mortes; 26 casos de Influenza A sem subtipo, com duas mortes; e 17 da Influenza B.  Os números da SESA indicam que a capital Curitiba é que teve o maior número de vitimas fatais no período – são 13 desde o início do ano. Na sequência vem Londrina, no Norte do Paraná – com onze casos; Foz do Iguaçu, no Oeste – com sete mortes; Maringá, também no Norte – seis casos; e Guarapuava, na região Central – com cinco mortes registradas. (Ronildo Pimentel Freelancer / Foto: Divulgação)

Share

GDIA