Ministério Público convoca revendas de gás de Foz para discutir irregularidades do setor

Segurança: Foz já registrou mais de 600 quedas de mesmo nível em 2018
26 de setembro de 2018
Semana nacional de conscientização no trânsito termina nesta quinta
26 de setembro de 2018

Ministério Público convoca revendas de gás de Foz para discutir irregularidades do setor

Os revendedores de gás de cozinha vão participar de uma reunião com o Ministério Público para discutir as irregularidades na venda de GLP em Foz do Iguaçu. O encontro coordenado pelo promotor Rudi Rigo Burkle está marcado para hoje, quarta-feira (26), às 14 horas, no plenário do Tribunal do Júri, no Fórum do Município. Em discussão está o comercio irregular de gás.

O comércio de botijões por vendedores clandestinos é um problema na fronteira. Além da concorrência desleal com os comerciantes que seguem as normas da Agência Nacional de Petróleo e as legislações estadual e municipal, esse tipo de negócio irregular oferece risco à segurança dos consumidores. Diante desta situação, o Sindicato das Empresas de Atacado e Varejo de Gás Liquefeito de Petróleo (Sinegás), que representa as revendas legais do produto em 229 municípios do interior do Estado, prestou informações ao Ministério Público e à Justiça sobre várias irregularidades verificadas na comercialização em Foz do Iguaçu.

(AI Sinegás  /Foto: Roger Meireles)

Share

GDIA