Messer usava mãe falecida, sogra, esposa e filhos para e lavar dinheiro

Campanha Off Showroom na S.C.A.
14 de junho de 2018
Regulamentado saque de contas inativas do PIS/Pasep a todas as idades
14 de junho de 2018

Messer usava mãe falecida, sogra, esposa e filhos para e lavar dinheiro

O depoimento da ex-secretária de Dario Messer, Carolina Sérvulo, ao Ministério Público revela detalhes de como o doleiro fazia operações na fronteira, utilizando funcionários e familiares. “O Messer era um homem altamente hemofóbico, fazia inimizades facilmente, tinha transtorno bipolar e era completamente desequilibrado”, disse Carolina Sérvulo em seu depoimento. Carolina também responde a vários inquéritos por ter colaborado com o esquema de Dário Messer. Ela decidiu colaborar com a Justiça para reduzir sua pena. Carolina trabalhou durante vários anos como secretária particular do doleiro e tinha acesso às transações subterrâneas e negócios escusos de Dario Messer. “Fui diversas vezes ao Paraguai e o Messer pediu para eu trazer dinheiro para o Brasil, dentro do limite” para evitar a apreensão. “O dinheiro era entregue a Ilan Grinspun que uma vez pediu para eu transportar R$ 7 mil”. (Adelino de Souza Freelancer / Foto: Divulgação)

Share

GDIA