Justiça Federal de Foz do Iguaçu cancela audiências da Operação Pecúlio

Veículo projetado para uso de gás como combustível é testado na Itaipu
11 de setembro de 2018
Pesquisa analisa estrutura de hotéis para receber hóspedes com intolerância
11 de setembro de 2018

Justiça Federal de Foz do Iguaçu cancela audiências da Operação Pecúlio

A 3ª Vara da Justiça Federal de Foz do Iguaçu cancelou as audiências relativas a 5ª e 6ª fases da Operação Pecúlio, batizadas de Nipoti I e II. Ao todo, 98 réus integram a Ação Penal 5000507-71.2017.4.04.7002/PR. A transferência dos interrogatórios, que estavam previstos para as próximas três semanas no Auditório da Delegacia da Polícia Federal, na Avenida Paraná (Jardim Pólo Centro), atendeu pedido da Juíza Federal Substituta, Flavia Hora Oliveira de Mendonça. O novo calendário de audiências ainda não foi definido pela juíza responsável pelo trâmite da ação. Para a realização dos interrogatórios, será necessário repetir todo o rito de intimação dos réus, segundo apurou o Gazeta Diário junto à 3ª Vara Federal. As operações Nipoti 1 e 2 investigam suposto pagamento de propina para vereadores em troca de apoio a projetos de interesse do ex-prefeito e um hipotético esquema de favorecimento de credores da Prefeitura de Foz do Iguaçu. (Ronildo Pimentel Freelancer / Foto: Roger Meireles)

Share

GDIA