Justiça condena dois dos quatro réus envolvidos na morte de Lourdes Aleixo

Projeto define atividades dos técnicos em zoonoses no Plano dos Servidores
7 de abril de 2018
PTI capacitará 120 professores de Foz em método de ensino investigativo
7 de abril de 2018

Justiça condena dois dos quatro réus envolvidos na morte de Lourdes Aleixo

Dois dos quatro réus acusados de participação no assassinato de Lourdes Rodrigues Aleixo foram condenados em júri popular nessa quinta-feira (5). José Carlos Pereira, apontado como o mandante do crime, foi sentenciado a 15 anos e 9 meses de prisão em regime fechado. Ele já estava detido há quase três anos. Acusado de pilotar a moto onde estava o atirador, Mario Ângelo Veiga, foi condenado a 13 anos e 6 meses de reclusão. Ele também já estava detido há dois anos e nove meses. Ambos responderão por homicídio duplamente qualificado por motivo torpe e emprego de recurso que dificultou a defesa da vítima. O julgamento, que contou com a presença de familiares e amigos da vítima, durou mais de onze horas no Fórum Estadual de Justiça de Foz do Iguaçu. Além dos advogados de defesa e acusação, foram convocadas 37 testemunhas para serem ouvidas. Os outros dois acusados, Claudemir de Souza e Luiz Carlos de Moraes foram inocentados por faltas de provas. Ambos foram presos poucos meses após o crime, que ocorreu em 2014. Souza foi apontado como autor dos disparos que tiraram a vida de Lourdes Aleixo. Já Moraes, foi acusado de agenciar o atirador. (Da redação Foto: divulgação)

 

 

Share

GDIA