Judiciário paranaense tem uma das mais altas produtividades do país

Economia piora para 72% dos varejistas, diz Confederação Nacional do Comércio
29 de agosto de 2018
Revista reúne textos autorais de estudantes de colégio estadual em Foz
29 de agosto de 2018

Judiciário paranaense tem uma das mais altas produtividades do país

O relatório Justiça em Números 2018, divulgado nesta semana, pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), traz dados a serem refletidos, positivamente, quando analisadas produtividade, celeridade e taxa de congestionamento da magistratura paranaense. Ao observar o desempenho de tribunais de grande porte (TJ-PR,TJ-SP, TJ-RJ, TJ-MG e TJ-RS), o Paraná se destaca em várias frentes. Um bom exemplo está na taxa de congestionamento, na qual o CNJ mede o percentual de processos que ficaram represados, sem solução, comparativamente ao total tramitado no período de um ano. Taxa de congestionamento total e líquida na Justiça Estadual (TJ-PR, TJ-SP, TJ-RJ, TJ-MG e TJ-RS de grande porte) (Rômulo Cardoso / AMAPAR)

Share

GDIA