Desembargador mantém decisão que impediu soltura de Lula

Com Brasil fora da copa, eleição para o governo esquenta no Paraná
10 de julho de 2018
Câmara analisa reposição para prefeito, vereadores e secretários
10 de julho de 2018

Desembargador mantém decisão que impediu soltura de Lula

O desembargador João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, decidiu ontem (9) manter sua decisão que impediu a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. No domingo (8), durante o plantão judiciário, Gebran, relator dos processos da Operação Lava Jato, cassou decisão que havia determinado a soltura de Lula e tirou o processo do desembargador Rogério Favreto, que concedeu a liberdade. O pedido foi motivado por um habeas corpus protocolado por deputados do PT. Ao receber o processo nesta segunda, Gebran Neto manteve sua decisão e ainda impediu que a corregedoria do tribunal e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) sejam acionados para apurar o suposto descumprimento do alvará de soltura pelo juiz federal Sérgio Moro, que deveria efetivar a soltura de Lula, segundo Favreto. (André Richter – Repórter da Agência Brasil /Foto: Agência Brasil)

Share

GDIA