Guedes defende privatizações e diz que a velha política morreu

Vermelho pede mais apoio ao produtor rural
9 de fevereiro de 2019
Foz Futebol Clube está em Paranaguá para enfrentar o Rio Branco
9 de fevereiro de 2019

O ministro da Economia, Paulo Guedes, voltou a defender ontem (8) o processo de privatização de estatais vinculadas ao governo federal. Em palestra na sede do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), sobre a desestatização do setor elétrico, Guedes disse as estatais não serão usadas para manter “uma forma equivocada de fazer política”. “Nós temos que pensar também que a velha política morreu. Nós não sabemos ainda qual é a nova, mas essa morreu. As estatais não vão mais alimentar uma forma equivocada de fazer política, esse excesso de gasto do governo que corrompeu a democracia e travou o crescimento da economia,” argumentou.

Ao participar do seminário Desestatizações no Setor Elétrico: Distribuidoras Federalizadas, o Papel do BNDES e Parceiros Institucionais, Guedes disse que o processo de privatização das distribuidoras da Eletrobras, levado a cabo no fim do ano passado, é um excelente exemplo que deve servir de referência para os próximos programas de privatizações.

Nielmar de Oliveira – Repórter da Agência Brasil / Foto:Fabio RodriguesPozzebom/Arquivo/Agência Brasil

 

 

Share

Leia mais sobre este conteúdo e outras informações na edição impressa.

GDIA