Ex-candidato a prefeito de Foz e ex-governador do Paraná são presos pelo Gaeco

Foz adere ao Dia Mundial da Limpeza com ação no Rio Boicy
12 de setembro de 2018
Dom Dirceu passou por nova cirurgia para correção de uma fístula interna 
12 de setembro de 2018

Ex-candidato a prefeito de Foz e ex-governador do Paraná são presos pelo Gaeco

O Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) e o Ministério Público do Paraná (MP-PR) deflagraram, na manhã desta terça-feira (11), a operação “Rádio Patrulha”, resultando na prisão do ex-governador Beto Richa (PSDB), sua esposa Fernanda Richa e mais 10 pessoas entre assessores e empresários. Entre os detidos o advogado Tulio Marcelo Denig Bandeira, candidato a prefeito de Foz do Iguaçu nas eleições de 2016. A “Rádio Patrulha” é resultado de uma investigação encaminhada pelo Gaeco, sobre o programa do governo estadual Patrulha do Campo, que faz a manutenção das estradas rurais. De acordo com o MP-PR, apura-se o pagamento de propina a agentes públicos, direcionamento de licitações de empresas, lavagem de dinheiro e obstrução da Justiça. Na coletiva à imprensa após as primeiras prisões, o MP-PR não informou quais suspeitas caem sobre Beto Richa.  (Ronildo Pimentel Freelancer /Foto: Divulgação)

 

 

Share

GDIA