Dicas para cuidar bem do seu animal de estimação no inverno

Reduz a formação e acúmulo de gordura
21 de maio de 2018
Foz do Iguaçu recebe etapa regional do III Encontro Nacional da Educação
21 de maio de 2018

Dicas para cuidar bem do seu animal de estimação no inverno

Manter as vacinas em dia, alimentação balanceada, estimular a atividade física, proteger da friagem noturna são algumas das observações que devem ser feitas

O inverno está chegando! E a Bichos S.A. separou sete grandes dicas para cuidado com seus animais durante esta estação.

1- ALIMENTAÇÃO: Durante o inverno os animais consomem uma quantidade de alimentos entre 20% a 30% superiores a outras épocas do ano. Por isso a sugestão é propor uma alimentação mais balanceada evitando assim sobrepeso que pode acarretar problemas para seu pet.

 

2- EXERCÌCIOS: Estimule seu cão a fazer atividades físicas, o inverno é o melhor período para isto, utilize brinquedos em casa e faça caminhadas em lugares abertos. Assim junto à alimentação balanceada, sempre acompanhando o peso (o que deve
ser feito em todas as épocas do ano) você evitará que seu pet desenvolva algum problema cardiovascular ou de coluna.

 

3- ESCOVAÇÃO: Aumente a escovação do animal em pelo menos três vezes por semana, pois durante o frio, os gatos, por exemplo, tendem a se lamber com maior frequência e acabam engolindo mais pelos, formando bolas no estômago que causam a conhecida “prisão de ventre” e vômitos rotineiros com bolas de pelos.

4- BANHOS: Ao contrário da escovação, diminua a quantidade de banhos em seu pet, de preferência quando for banhar, utilize de água morna. Evite lavá-lo nos dias mais frios, após o banho, seque-o imediatamente e não deixe que ele saia na rua
antes de 30 minutos.

 

5- LOCAL DE DORMIR: Proteja do frio a caminha do animal, utilize algum revestimento de borracha ou estrado para evitar o contato direto com o chão. Além disso, coloque edredons e cobertores para eles se deitarem auxiliando no aquecimento.
Para gatos, utilize os arranhadores com toca, são funcionais e eles amam.

 

6- ROUPINHAS: Elas são lindas, mas às vezes não são necessárias, principalmente se os animais estão em movimento constante. Caso forem filhotes ou de idade avançada o uso é indispensável.

 

7- VACINAS: Por último, manter as vacinas todas em dia. Evitando doenças como gripes, resfriados ou a rinotraqueite felina*.
(Bichos S.A / Foto: Divulgação)

Share

GDIA