Diagnóstico precoce evita agravamento e casos crônicos da depressão

CIBiogás promove leilão de veículos na sexta-feira, dia 29
22 de junho de 2018
Feira de Turismo e Negócios do Festival das Cataratas  agrada os participantes
22 de junho de 2018

Diagnóstico precoce evita agravamento e casos crônicos da depressão

Ao longo das últimas décadas, a classificação dos sintomas e o próprio diagnóstico da depressão registraram avanços significativos. A doença deixou de ser considerada banal, uma espécie de momento de fraqueza ou mesmo frescura, e chegou a ser referendada por diversas entidades médicas internacionais como o mal do século XXI. Para o diretor executivo e professor do Instituto Brasileiro de Psicanálise Clínica, Ciências Humanas e Sociais (IBRAPCHS), João Nolasco, falar sobre depressão, conforme recomenda fortemente a própria Organização Mundial da Saúde (OMS), deve ser o primeiro e mais importante passo. Mas não apenas para que fique claro que há tratamento para a doença – figura também como uma estratégia essencial para garantir o diagnóstico precoce, evitar o agravamento do quadro e, consequentemente, reduzir o número de casos crônicos do transtorno. (Reportagem: Paula Laboissière – Repórter da Agência Brasil /Fotografia: Divulgação)

Share

GDIA