Crise hídrica no rio Paraná afeta serviço de balsa nas três fronteira

Aumento do número de assaltos deixa taxistas com medo de trabalhar
20 de setembro de 2018
Aula de redação para o Enem é atração do IFPR na Feira do Livro
20 de setembro de 2018

Crise hídrica no rio Paraná afeta serviço de balsa nas três fronteira

A crise hídrica nas regiões Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, que começou nos meses de junho e julho, reduziu o volume de água dos afluentes da bacia hidrográfica do rio Paraná, refletindo na Tríplice Fronteira. O serviço de balsa que funciona na Área Naval del Este Tres Fronteras, entre Puerto Iguazú (Argentina) e Presidente Franco (Paraguai), está suspenso desde o início da semana, devido a falta de navegabilidade onde se encontram os três países.

O baixo índice de chuvas, principalmente nas regiões onde estão os principais afluentes do rio Paraná, já chamou a atenção de especialistas em meteorologia. O cenário climático para o próximo verão pode ser semelhante ao de 2014, que afetou o sistema Cantareira, que abastece grande parte da população de São Paulo. O El Niño, fenômeno ligado a escassez de chuvas previsto, terá seu ápice na estação mais quente.

(Ronildo Pimentel Freelancer /Foto: Diário Vanguárdia)

 

Share

GDIA