Correios

Especialista em loiras dá dicas como manter o cabelo com brilho
18 de fevereiro de 2018
Opinião
19 de fevereiro de 2018

Correios

Corvo, o atraso na entrega das correspondências por conta dos Correios está tornando-se uma bola de neve. E fico pensando a razão de uma empresa antes tão eficiente chegar a este ponto. Esses dias conversei longamente com dois carteiros e concluí que a culpa não é deles. Muita gente culpa os trabalhadores em razão das constantes greves. É um pensamento errado, portanto o ideal é tentar salvar a instituição, porque ela é muito importante, apesar da tecnologia. Sem os Correios, o Brasil para, seu Corvo.
Manoel M. Alcides de Barros (aposentado)

O Corvo responde: é verdade, a situação é complicada. Não é justo cobrarem o problema dos funcionários. Mas este Corvo recomenda a leitura de uma matéria recentemente publicada no site www.nao viu.com.br, assinada pelo jornalista Cláudio Dalla Benetta. Ele faz uma abordagem muito boa sobre o tema.

Novo secretariado
Corvo, por que você não explora melhor o assunto da troca de secretários em Foz? Todo mundo está especulando uma porção de nomes; e você, nada. Está muito preguiçoso, seu Corvo.
Odair Mello

O Corvo responde: prezado professor Odair, o Corvo não é chegado em especulação. Isso pode prejudicar o processo de reforma administrativa “especular”, é uma maneira de queimar pessoas sérias. Há muita maldade nesse sentido, por parte de gente que visa a esculhambar o processo. O leitor sabe que quando o Corvo escreve é batata.

Preço do gás
Corvo, como uma família consegue pagar R$ 85 por um botijão de gás? Isso é um assalto. Essa nova política de aumento de preços da Petrobras é um crime contra os consumidores. Não presta em nada.
Márcia A. Ribas

O Corvo responde: faz tempo que o Corvo anda catando lenha, galhos velhos e gravetos pra fazer comida no fogão à lenha. Pelo visto muita gente está fazendo a mesma coisa. Mas o preço do gás está complicando a vida dos restaurantes, hotéis e padarias. E isso tem explicação: o brasileiro está pagando a conta da corrupção.

Os salários
E aí, Corvo, bastou uma chancezinha de nada e o senhor já defende o povo da Itaipu. Levaram anos e anos para desvendarem a caixa-preta de lá, revelando os salários dos diretores, e aparece o senhor defendendo? Puxa vida, vá mais devagar.
Ronilson Leitão

O Corvo responde: que caixa-preta? Onde está a caixa-preta? A Gazeta do Povo publicou a matéria sobre os salários em novembro e repicou o mesmo conteúdo em fevereiro, e a revelação foi favorável aos “assalariados” da binacional, pois seus vencimentos são bem menores do em outras estatais e empresas governamentais. Um diretor de Itaipu ganha bem menos que pessoas do mesmo nível na Petrobras, Eletrobras, Eletropaulo, Copel, entre outras. A “revelação” teria sido uma pressão da Câmara dos Deputados e Senado, onde há uma porção de gente de olhos nos cargos da binacional. No mais o Corvo defende mesmo quem trabalha e não fica de futrica na política.

Rotatória
Então, Corvo, enfim ficou pronta a “sua” maravilhosa rotatória da Avenida das Cataratas. Passei por lá ontem e penso que, se os motoristas não estiverem atentos, vai ter muita gente trepando em cima do meio-fio. Fiz o contorno a uns 50 km por hora e achei que estava meio difícil. Mas em todo o caso, não precisaremos mais dar uma volta quilométrica quando sair do shopping.
Evaldo G. Hartz

Vai ter um semáforo?
Corvo, ficou pronta, e no prazo, a rotatória do Shopping Catuaí Palladium. No sentido Cataratas-cidade é tranquilo, fácil de contornar, mas na rota contrária tenho lá as minhas dúvidas. Penso que precisarão instalar um semáforo para quem sai do shopping e precisa voltar para a cidade. É simples: quem trafega no sentido das Cataratas usará a pista da direita, certo? E é de lá que saem os frequentadores do shopping. Vai ser difícil seguir em frente sem parar.
Marcelino R. Tavares

O Corvo responde: prezado Evaldo, se fez aquele contorno a 50 km/h, errou. Aquilo não é pista de Fórmula 1. É preciso trafegar com a velocidade bem mais baixa para se ter o devido conforto no local. Caro Marcelino, o Corvo também observou a mesma questão, mas pode ser que os redutores de velocidade resolvam o problema, sem a necessidade de instalar outro semáforo na cidade. Foz é uma floresta de luzes piscando para todos os sentidos; uns demoram muito e outros não levam segundos para trocar de cor. Mas o Foztrans disse que está dando um jeito nisso.

Troca de técnico
Poxa, Corvo, Foz parece mesmo a Terra do Nunca, onde tudo acontece ao contrário. É normal técnico sair de equipes de futebol quando as campanhas não são boas, mas a equipe do Foz teve um desempenho brilhante no primeiro turno do Paranaense, e o técnico, do nada, vai embora? Que contrato é esse que fizeram com ele que permite sair antes das finais? Nunca vi isso. Está errado. Vai ver como a equipe vai sentir a troca. Pode crer. Teremos possivelmente um resultado disso no domingo no jogo contra o Coritiba. Veja que estou escrevendo na sexta-feira, hein seu Corvo.
James Ribeiro

O Corvo responde: o Corvo não sabe sobre os contratos, mas o fato é que o técnico Allan Aal estava de namorico com a Portuguesa de Desportos, e não era uma conversa recente. Foi a Lusa perder para a equipe do Oeste (SP), que a cabeça do Guilherme Alves rolou bonitinho. Allan estava na fila do gargarejo. Ele aceitou a difícil missão de tirar a Lusa da segunda divisão. E no mais, isso é normal. Tite deixou o Corinthians no auge, tudo bem que foi para treinar a seleção, graças a Deus! Mas aceitou o desafio no momento mais triste do escrete nacional. Todo mundo tem direito de subir na vida, mas isso não acontece de graça; é preciso tutano e conhecimento. Sorte para o treinador do Foz, o Negreiros. Ele terá de segurar o rojão até o final do campeonato, isso se o Arif Osman não arranjar alguém em cima da hora.

Luxemburgo?
Ontem corria solto um boato de que o Vanderlei Luxemburgo teria topado conduzir o Foz. Mas será que o “Profexor” vai trocar os churrasquinhos no iate e as férias para dirigir o Azulão? Se dissessem que o novo técnico seria o Felipão, o Corvo até acreditaria, mas ele teria de deixar a China, onde levou um tempão para aprender a comer com os pauzinhos. Ao que consta, Felipão não quer mais saber do futebol brasileiro.

…só que não deu
Com ou sem Luxemburgo, o Foz, daqui em diante, só vai pensar no segundo turno. Não deu para vencer o Coritiba nos pênaltis, a começar pela marra do goleiro Coxa Branca. Faltou confiança e calma para o Azulão num momento tão importante e transmitido para todo o Paraná. O resultado inclusive deve ter saído no Fantástico, mas o Corvo já havia fechado a coluna. Foi duro encarar a chuvinha no Estádio do ABC sem sair de lá ensopado. Se deu bem o ambulante que vendia capas de plástico. O Corvo não viu outro recurso que enfiar uma sacolinha do Ítalo na cabeça. Bom, fica para a próxima.

Boa grana
A prefeitura diz que investirá R$ 358 mil na castração de animais de rua. Tomara que isso resolva ou pelo menos amenize a situação que anda insuportável. O Corvo virou protetor de animais, adotou quatro gatos e duas cadelas nos últimos dias. Acontece que há muita gente sem coração em Foz; simplesmente largam os bichinhos em locais distantes, sem dar a mínima para o que enfrentarão. Mas há um outro problema: uma infestação de leishmaniose, como já escrevemos em várias oportunidades. Segundo os veterinários, a doença não tem cura e o tratamento apenas prolonga o drama do animal afetado. O caso é que o mosquito-palha pica o bicho e transmite o vírus para os humanos. Basta conferir a incidência da doença nos postos de saúde.

Segundona braba
Os atos públicos contra a reforma na Previdência mudarão a rotina de muita gente, a começar pelo início das aulas, marcado para hoje, dia 19. Igualmente aos motoristas de ônibus, os professores e funcionários das escolas da rede estadual da educação não irão para as salas de aulas, como prevê o calendário da Secretaria de Educação do Paraná. Eles participarão de ato público contra a reforma da Previdência, conforme informou a direção da APP-Sindicato/Foz. Como este jornal já divulgou semana passada, o movimento acontece em todos os 29 núcleos sindicais e foi aprovado na última assembleia da categoria, em janeiro. Mas as aulas terão início amanhã.

Share

GDIA