No Bico do Corvo Editado por Rogério R. Bonato

Share
19 de setembro de 2018

O dólar e os royalties
O que é uma desgraça para a maioria pode ser bom pelo menos para as prefeituras lindeiras de Itaipu. Foz recebeu R$ 7,1 milhões somente em setembro, mesmo assim há insatisfação com relação aos montantes; isso é uma queixa coletiva dos prefeitos. O que será que o Chico vai fazer com essa grana? Quando o prazo de repasses findar, alguns municípios não saberão sobreviver sem esse dinheiro, de tanto que estão acostumados.

 

A maior vítima
A alta da moeda norte-americana funcionou como uma guilhotina para quem pensava iniciar a vida no ramo das lojas francas. Dos cinco projetos em alta velocidade em Foz, apenas um continua — e mesmo assim engatado na segunda marcha. O povo está de olho no mercado financeiro; este só reagirá lá por novembro, quando saberemos quem serão os eleitos. Cada vez que o futuro presidente abrir a boca, o mercado sofrerá uma reação.

 

Em Foz
O Corvo fez questão que saber da Comunicação Social da prefeitura em que os royalties serão usados, uma vez que se desconfia de que, no passado, usaram o dinheiro até para o pagamento de salários do funcionalismo. Segundo informado, Chico ordenou que os recursos sejam utilizados em obras estruturais e maquinários.

 

Cida e Beto
Antes da prisão e de toda a encrenca que o envolve, Beto era um ser sumamente necessário na campanha da Cida Borghetti, afinal de contas ela herdou o governo e, por tabela, tudo o que o candidato ao Senado justifica em matéria de crescimento, benfeitorias e crescimento do estado. Os seis meses de governo não são suficientes para nutrir de feitos uma corrida eleitoral, apesar de que Cida se esforça na feitura e liberação de obras.

 

E agora?
Depois da “colaboração” de Tony Garcia e do conteúdo das delações, que aos poucos vazam, Cida procura o Beto que está grudado na sola do sapato, ou seja, ele virou chiclete.

 

O passado, quem diria
E dá-lhe usarem imagens antigas de palanques nas quais os candidatos pediam votos para o Beto, inclusive com juras de amizade eterna. Bom, se o tempo destrói até as uniões amorosas, em nome de Deus e vigiado por ele, o que não dizer de acordos políticos? Toda união política tem data de vencimento: a próxima eleição. Quem faz uso destes artifícios, de revirar os arquivos, também teve laços quebrados em algum lugar da vida. Isso não cola. É apelação diante dos recentes ocorridos em desfavor do ex-governador.

 

 

Observatório
Este colunista ouve muito as pessoas antes de escrever; análises pragmáticas dos fatos se fazem necessárias antes de algumas deduções. Todos os paranaenses estão doidinhos para saber o estrago que a prisão causou na lataria do Beto. Saberemos em breve por meio das pesquisas.

 

Defesa
Beto foi ao programa eleitoral defender-se. Meteu o dedo na ferida e fez papel de vítima, atirando inclusive nos algozes, diga-se Ministério Público. E a ação corre, agora nutrida de depoimentos de empresários, parceiros e pessoas que morrem de medo só de imaginar vestir a camiseta cor de laranja. Alguém disse ao Corvo que esse assunto ainda vai incomodar antes do dia 7 de outubro. Será?

 

Edílio cassado
O Tribunal manteve a cassação do ex-vereador Edílio Dall’Agnol. Apesar de não perderem o ânimo, os demais, em mesma situação, recebem esses resultados como baldes de gelo na cabeça.

 

Los amigos
Os outros quatro cassados definham entre o que é ânimo e esperança, sentimentos difíceis de comungar, especialmente quando a Justiça se manifesta contrariamente ao desejo de um ou outro. Não seria o caso de respirar fundo e partir para outra?

 

Até o fim
Da lista de afastados, pelo menos dois ex-vereadores garantem que vão até onde der para provar a inocência. Não se conformam com o afastamento e acreditam que um dia voltarão a sorrir. Aqui entre nós, não deve ser fácil lidar com acusações, sentenças, apelações… A vida do caboclo vira num purgatório.

 

Possíveis desistências
É provável que a lista de candidatos diminua nesta semana. Alguém andou pedindo a substituição dos próprios adesivos pelos de um oponente, do tipo: “Quem votaria em mim que vote nele”. Segundo apurou-se, o motivo é a falta de dinheiro e também do interesse do eleitorado.

 

Da cidade…
E não é que o apelo para votarem em candidatos da terrinha está funcionando? Alguns deputados de fora, conscientes dessa realidade, estão cancelando encontros em Foz. Vai ver caiu a ficha para a população, enfim.

 

Arrasta-pé
Vários leitores enviaram cartas para o Corvo denunciando um fuzuê que houve no Jardim Residencial Cataratas, durante a passagem do sábado para o domingo, precisamente no último final de semana. O som era tão alto que incomodou até os hóspedes de um hotel nas imediações. Desta vez era festa gauchesca e com a gaita rasgando até o amanhecer do domingo. Quem dorme com uma coisa dessas?

 

Tuc…tuc…tuc…
O Corvo resolveu assumir as reclamações, pois havia bagunça também no bairro Novo Horizonte, com um som muito alto, apesar dos apelos da vizinhança. Uma pessoa foi reclamar e acabou ameaçada. Alguém disse: “A lei diz que podemos festar até as 22 horas”. Ledo engano. Não se pode causar perturbação em qualquer hora do dia ou da noite. Qualquer ruído acima dos decibéis recomendados pode gerar multa e, dependendo, até prisão.

 

Muitas reclamações
De fato, não deve ter sido uma boa experiência para os moradores que apreciam o silêncio e o bom sono no tão esperado fim de semana. Quase todas as pessoas que reclamaram ao Corvo, em mais de uma dezena de e-mails e outros tantos “zap-zaps”, garantiram que tiveram o trabalho de reclamar para a Polícia Militar. Uma fonte da PM revelou ao Corvo que a perturbação do silêncio é talvez a maior fonte de reclamação dos moradores, em especial quando alguém resolve encostar o veículo em algum lugar com o som fazendo os vidros dos vizinhos tremerem. A PM diz que atende às reclamações e autua, mas as pessoas reincidem. Não é fácil.

 

Dilema
O Corvo deu uma passada pela Feira do Livro e viu a belezura que é o evento. Mas há algo para pensar: a meninada das escolas fazia festa, porém a maioria estava sem livro embaixo do braço, entretanto com o olho nos celulares. Aonde isso vai parar? Os jovens olham a capa dos livros e alguns poucos se dão o trabalho de ler as orelhas. Triste.

 

Incentivo
O que incentiva de fato a leitura é a família. Crianças que acessam livros desde a primeira infância são as que mais levam o interesse pela leitura adiante. As feiras de livros e eventos literários são muito importantes nesse aspecto.

 

Semana do Trânsito
O bom mesmo é que não houvesse tantos acidentes e as pessoas encarassem o ato de dirigir um veículo com mais responsabilidade. Nem as multas inibiram a ousadia de alguns motoristas, e o que se vê é gente cantando pneu, empinando moto e praticando rachas. Considerando o número de mortes, uma habilitação deveria ser mais difícil de se conseguir do que brevê para pilotar avião.

 

Evento
Neste dia 23, na Praça da Paz, a Orquestra Zhejiang fará uma bela apresentação. O grupo participará do Festival da Lua Cheia. O Corvo voltará ao tema, mas a dica já é suficiente para os amantes da música anotarem na agenda.

Share
18 de setembro de 2018

Palpites furados Corvo, tenho ouvido as propostas dos presidenciáveis e todos dão “pitacos” na economia como se fosse coisa fácil. O único que realmente entende é o Henrique Meirelles, mesmo assim discordo em muitos pontos, porque o Brasil fica um tanto acanhado quando o assunto é a incerteza que faz o dólar disparar e as bolsas caírem. O Meirelles não é o atual ministro da […]
17 de setembro de 2018

Ecos da pesquisa Comentário geral do final de semana: a possibilidade de uma disputa eleitoral entre direita e esquerda. É inconteste o crescimento de Fernando Haddad, em uma semana, ele saiu dos 8 pontos do Ibope para os 13 do Datafolha; era o último entre os melhores pontuados e na mais recente pesquisa divide a segunda liderança com Ciro Gomes. Maria e Alckmin caem. Bolsonaro […]
15 de setembro de 2018

Dólar na fronteira Corvo, você deve acompanhar o que está acontecendo com a moeda norte-americana. O dólar chegou ao patamar mais alto desde a implantação do Plano Real. As importações estagnaram, os combustíveis vão aumentar, muitos dos insumos controlados pelo dólar também subirão, a começar pela área agrícola. A fronteira vai quebrar, porque os paraguaios e argentinos dependem daquela moeda. Haverá desemprego! Corvo encontre um […]
14 de setembro de 2018

Seu Tony Contaram para o Corvo que o empresário Tony Garcia sempre andou armado de gravadores nas reuniões com os políticos que ele se propunha a “auxiliar”. Depois da prisão de Beto e de outros 14 colaboradores, será difícil alguém requisitar ajuda ou “auxílio” do empresário. Mas os jovens de hoje perguntam: “Quem é essa figura com pinta de galã?”.   O Corvo lembra bem […]
13 de setembro de 2018

Papuço Corvo, estou literalmente empapuçado de tanto ler, ver e ouvir notícias da prisão do Beto Richa, familiares e comparsas. Já deu, vamos mudar de assunto. Isso parece tortura. Sinto-me assim por duas razões: uma pela insistência, como nada mais acontecesse no mundo, e outra por ter acreditado nele um dia. Com fatos assim vamos ficando muito resistentes quanto aos políticos. Vire o disco, seu […]
12 de setembro de 2018

Beto & Fernanda Se o Corvo aderisse às bolsas de apostas botecárias, estaria nadando em moedas de um real, feito o Tio Patinhas. A maioria dizia: “Jamais prenderão o Beto Richa antes das eleições. Podem prender todo mundo, mas o Beto é safo e antenado”. Taí o estrago; antenado ou não, o fato é que o GAECO e a PF amanheceram para o café da […]
11 de setembro de 2018

Mistério Todos perguntam: quem estaria ao volante do Camaro alaranjado, com placas paraguaias, causador de um acidente terrível, vitimando um inocente? Foz do Iguaçu está chocada com mais este caso, certamente em razão de um desses rachas que ocorrem nas madrugadas.   Foz violenta O final de semana prolongado deu muita dor de cabeça para a polícia; acidentes de trânsito, atropelamentos, invasão de residência e […]
10 de setembro de 2018

Cartas Os Corvos aproveitam a edição pós-feriado para a resposta às muitas cartas que foram acumulando desde o início de setembro. Como insistimos em manifestar, várias cartas não serão publicadas devido ao emprego de termos desnecessários e abusados, como palavrões e insinuações aos políticos que permeiam crimes eleitorais. No mais, um bom início de semana a todos!   Incêndios Corvo, andaram metendo fogo em residências […]
6 de setembro de 2018

Pausa no sábado O jornal Gazeta Diário circula hoje no formato de edição especial. Como amanhã é feriado de 7 de setembro, Dia da Independência, não circularemos. Aproveitaremos o feriado prolongado para realizar ajustes em equipamentos na área gráfica. Segunda-feira, dia 10, retomaremos o ritmo normal. Desejamos a todos um bom feriado!   Para pensar… Ao comemorarmos a Independência do Brasil, devemos refletir sobre o […]
5 de setembro de 2018

  IDEB O Corvo detesta estragar prazeres, mas enquanto muita gente comemora o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica de 2017, há quem garanta que ele foi bem abaixo do esperado, num contexto geral. Os números divulgados segunda-feira pelo Ministério da Educação apontam evolução na qualidade do ensino, mas seria um progresso do tipo “tartaruga”. A média nacional foi de 4.3, um número que aponta […]
4 de setembro de 2018

  Destruição Depois da vida, perder a memória é uma grande tragédia. Incêndios devastam instantaneamente aquilo que conceituamos como “memória”. O Brasil desmemoriou com o sinistro ocorrido no Museu Nacional; tudo o que estava armazenado desde o descobrimento (e períodos anteriores) se foi. O antigo palácio abrigava milhões de peças geológicas, como o meteorito de Bendegó; relíquias arqueológicas, entre elas múmias egípcias e o crânio […]
3 de setembro de 2018

Na telinha O Corvo conversou com várias pessoas para avaliar o interesse perante os horários eleitorais. Em Foz do Iguaçu, quase todos os consultados admitem que ligam o televisor esperando ver os candidatos da cidade. O caso é que, em matéria de aparição, eles andam meio raros ultimamente.   Nem querem gravar Alguns candidatos acreditam tanto na eficiência das redes sociais que chegam a desprezar […]
2 de setembro de 2018

Na telinha O Corvo conversou com várias pessoas para avaliar o interesse perante os horários eleitorais. Em Foz do Iguaçu, quase todos os consultados admitem que ligam o televisor esperando ver os candidatos da cidade. O caso é que, em matéria de aparição, eles andam meio raros ultimamente.   Nem querem gravar Alguns candidatos acreditam tanto na eficiência das redes sociais que chegam a desprezar […]
1 de setembro de 2018

  Horário político Começou o horário gratuito do TRE, destinado aos partidos políticos e candidatos! Os telespectadores não gostaram em nada do que viram: uma programação com mais tempo de tela azul do que com gente se exibindo e falando.   Vazios Se a intenção é prender a atenção das pessoas, o horário foi um tiro no pé, mais picotado que bilhete de bonde. Pior […]
31 de agosto de 2018

Geraldo Alckmin Ele foi nitidamente mais bem preparado para encarar a dupla de leões na jaula, no caso Willian Bonner e Renata Vasconcelos. Soube livrar-se da prensa e das insistentes marteladas, algumas equivocadas, como foi o caso de trechos do Rodoanel Mário Covas em épocas que antecederam sua gestão. Alckmin respondeu com o peso de São Paulo, um estado onde tudo acontece e os números […]
30 de agosto de 2018

Entrevistas Quem assistiu ao Jornal Nacional e acompanhou a fala dos primeiros presidenciáveis deve ter se decepcionado, pelo menos nas ocasiões em que falaram Ciro Gomes e Jair Bolsonaro. Os âncoras Willian Bonner e Renata Vasconcelos estão forçando a manivela da máquina de moer ossos; quase não há chance de os convidados responderem aos questionamentos. Bolsonaro contou até dez para não estourar ao vivo.   […]
29 de agosto de 2018

Reportagem importante Seu Corvo, queria parabenizar a redação pela matéria jornalística que ouviu a população sobre as eleições. Há muita importância em saber que os iguaçuenses estão preocupando-se mais com a cidade e em atribuir responsabilidade aos políticos nativos. Como dizia o meu avô, cada um cuida melhor da sua casa, do seu quintal, da sua horta… Quem entrega a propriedade para o vizinho cuidar […]
28 de agosto de 2018

Lar, eterno lar Pois então, Corvo, mais uma vez nos damos com a notícia de que o Lar dos Velhinhos está em situação ruim. Qual é o verdadeiro problema? É falta de apoio comunitário ou a gestão da entidade? É algo que devemos questionar, pois sempre estamos vendo doações, visitas, ações voluntárias, e a cidade parece voltada para o trabalho que fazem lá. Não é […]
27 de agosto de 2018

Magnífico O Corvo abre esta segunda-feira homenageando a mãe natureza. Depois de uma semana chuvosa, tempestuosa, com as temperaturas variadas, tivemos uma manhã de domingo simplesmente maravilhosa, com céu de brigadeiro, friozinho e um sol de tirar retrato. Mas preparem-se, segundo os entendidos no clima, iremos dos 4°C aos 32°C nos próximos dias, o que causará diversos tipos de influência no “corpitcho” das pessoas, com […]
25 de agosto de 2018

E é sábado! Nada como um sábado de final de agosto para ouvir lero-lero de políticos e bate-papos sobre eleições nos botecos. Este Corvo até suporta isso, mas com algumas restrições, como é o caso de candidatos que aparecem num lugar onde em tempo nenhum frequentaram. É muita cara de pau.   Feliz aniversário E este Corvo foi surpreendido com o telefonema de um político […]

GDIA