No Bico do Corvo Editado por Rogério R. Bonato

Share
13 de agosto de 2018

 

O adeus ao Motinha
Foz do Iguaçu iniciou a semana mais triste, pois perdeu o querido Francisco Ferreira Mota, o Motinha. Quem o conheceu sabe a figura ímpar que era, poeta, repentista, declamador; um homem sábio, e com todas as letras. Motinha, além de um dos fundadores do Sindtáxi em Foz, foi político, pessoa de muita reflexão e preocupações com a cidade. O Corvo expressa assim os seus sentimentos e deseja conforto para a família. Que domingo mais triste deve ter sido o Dia dos Pais para a nossa querida colega Elaine, para os irmãos e toda a família. Motinha merece todas as nossas homenagens!

 

 

Menção
A tarefa de fazer jornal diariamente é gratificante, e isso, além do corpo de redação, seria impossível sem a soma de vários colaboradores, pessoas que se dedicam muito à cobertura de acontecimentos; e, em muitos casos, esclarecem inclusive questões eminentemente técnicas, como o leitor sempre encontra aqui neste espaço. Pois bem, na solenidade que marcou aniversário de 164 anos da Polícia Militar, em evento realizado no 14º BPM e que contou com a presença de autoridades, com desfile da tropa e entrega de medalhas, a matéria foi abrilhantada com as fotos do amigo Abel Jair Andreghetti. Um material de muita qualidade, diga-se. Na correria dessa tarefa de fechar a edição, o nome do Abel acabou sendo suprimido. O Corvo faz um agradecimento especial ao amigo, grande profissional e que sempre nos ajuda. Obrigado e desculpe-nos, Abel! Você é um valioso membro desta intrépida família, com o empenho de mostrar positivamente a nossa cidade!

 

Fumaça e fogo!
Como o Corvo escreveu na ocasião dos primeiros boatos sobre a construção da segunda ponte com o Paraguai, paga por Itaipu, a fumaceira era muito grande para não ser verdade. E também sabíamos de estudos preliminares realizados pela binacional. Agora é oficial, o presidente Temer anunciou que a travessia será realizada, tais os boatos. E a obra já entrou na conta do MDB; tomara que persista após eleições, não se tornando mais um conto de fadas de candidatos.

 

Corvo grosseiro
Ao desejar boa recuperação para a vereadora Inês Weizemann, após passar mal na Câmara, na semana passada, o Corvo cometeu uma grosseria. No texto, saiu publicado que “não era aniversário dela”, mesmo assim desejávamos felicidades. Acontece que Inês aniversariou um dia antes do mal súbito ocorrido no Legislativo. Desculpamo-nos pela inocente falha de antes não ter olhado a rede social da vereadora.

 

Redes sociais
Ao mencionar isso, a existência das redes sociais e o uso e abuso delas para qualquer tipo de manifestação, o Corvo terá de dar o braço a torcer e verificar de vez em quando o Instagram, Facebook, WhatsApp e outros canais que já estão sendo utilizados pelos políticos. Ontem, Dia dos Pais, claro, muito sentimentalismo, independentemente dos políticos. Mas vamos ficar de olho, sobretudo até o dia das eleições. Se redes sociais não fossem importantes, os políticos não estariam postando algumas superproduções destinadas ao segmento.

 

Comunicação direta
Como ontem era um domingo e num dia assim é muito chato ficar ligando para as pessoas para saber de política, o Corvo preferiu apenas conjecturar sobre algumas questões mais em evidência, além, é claro, de responder a uma porção de cartinhas simpáticas dos leitores. Mas alguns assuntos ficaram atucanando, como o caso das candidaturas insistentes e que estão sendo observadas com certos critérios pelo eleitorado; tomara que os candidatos se preocupem com isso. Definitivamente não houve as desistências esperadas, e o número de candidatos vai deixar a cidade numa saia-justa. Será um milagre eleger representantes para as Casas de Leis em Curitiba e Brasília. O iguaçuense está tornando-se um expert em “chupar o dedo”.

 

Divisão fatídica
Corvo, não bastasse a quantidade de candidatos de todos os partidos, há agremiações que lançaram até três candidatos a deputado federal, como é o caso do PSD, no qual temos o nome do Vermelho, Márcio Rosa e Evandro Roman, que é de Cascavel e conta com o apoio da executiva provisória do partido em Foz. Mas que coisa, hein? Não podiam lançar apenas um nome?
Leonel Castro

O Corvo responde: até ontem o Corvo ainda não sabia com exatidão se Márcio Rosa havia ou não incluído o nome na lista de candidatos do partido. Na ata da convenção sabemos com certeza que havia ficado fora. O nome do Vermelho foi homologado na ocasião. O fato é que muitas pessoas fazem a mesma pergunta: se já há um candidato do partido na cidade, qual a razão de outro — e ainda mais um de Cascavel? É a democracia.

 

Resposta sábia
Corvo, antigamente as pessoas perguntavam a razão de Foz não eleger deputados; hoje todo mundo sabe responder e daí surgiu a fatídica pergunta, em cima da resposta: o que fazer para esses candidatos que atrapalham a cidade se tocarem? Já se tocaram, sabem os riscos que enfrentarão, não imaginam qual será a reação dos votantes, por isso a sociedade deve tratar de surpreende-los, mostrar que está atenta e que não cai mais na lábia deles.
Vanice Dias

O Corvo comenta: prezada, você perguntou e respondeu também, e em cima da pinta. Tomara que a cidade saiba reagir e o faça de uma maneira legítima, usando as urnas e de alguma forma evidenciando os que foram responsáveis por mais essa faceta, de anular a cidade.

 

Quantos deputados?
É bom que se diga que uma cidade é avaliada, e de várias maneiras, quando entra na fila para ser contemplada com verbas federais. Quando um prefeito, secretário ou agente público vai buscar verbas em Brasília, geralmente ouve: “A sua cidade possui segundo turno? Quantos deputados vocês elegeram”? Durma-se com isso.

 

Nas mãos do Chico
Regulamentação das lojas francas de Foz será editada nesta semana. O Codefoz entregou ao prefeito o documento que atesta as deliberações da sociedade civil, ou seja, o que pensam as entidades. O prefeito prometeu decretar assim que recebesse os subsídios.

 

Com o Sebrae
O Codefoz prestará uma assessoria, em conjunto com o Sebrae, aos interessados na abertura dos centros comerciais. “Pretendo ir aos bairros, com a colaboração dos vereadores que os representam, para esclarecer ao empresariado o que pode ocorrer”, informou Mario Camargo, presidente do Codefoz.

 

Nem tão gêmeas
Foz será a primeira das 32 “cidades gêmeas” de fronteira terrestre a regulamentar o funcionamento de free shops após a emissão da Instrução Normativa nº 1.799 da Receita Federal, de março de 2018, que trata sobre a possibilidade de abertura das lojas francas em alguns municípios brasileiros. Do lado de lá, os irmãos gêmeos paraguaios estão receosos. Acreditam que pode haver problemas. Tomara que não aconteça um desfecho como nas escrituras, entre Caim e Abel.

 

De olho na gente
“Foz é a maior e a primeira cidade a autorizar a implantação das lojas francas. As outras estão aguardando nossa experiência. O importante é que cumprimos todo um processo fundamental até chegar à deliberação final. A partir de agora nossa atenção será no que pode ocorrer, para que não haja um desequilíbrio na economia, porque pode haver um conflito entre o comércio já estabelecido e as free shops em razão da possibilidade de elas venderem mercadorias nacionais”, alertou Mario.

 

O decreto
De acordo com o prefeito Chico Brasileiro, uma vez recebido o documento do Codefoz, será realizada uma reunião com a equipe técnica da prefeitura que acompanhou as discussões sobre o assunto desde o início. O prefeito confirmou a publicação do decreto nesta semana. “O decreto vai mostrar aos investidores que Foz será vanguarda nessa área das lojas francas. A contribuição das entidades locais foi muito positiva, trazendo elementos para embasar nossa decisão. Não podemos perder uma oportunidade como essa e vamos dar o apoio ao empresariado local e de fora. Se for necessário, posteriormente podemos fazer correções, pois seremos um laboratório dessa experiência”, declarou o prefeito. Vá, Chico, destrave essa.

 

Demorou
Corvo, taí um título que ninguém queria, o de ser a terceira cidade mais violenta do Paraná. Isso não é nada bom para quem recebe visitantes do mundo todo. Mas aqui entre nós, tomara que a contestação implique mais investimentos por parte das autoridades. Você sabe que é difícil imaginar que tipo mais de investimentos farão, pois há forças de segurança de todos os tipos trabalhando na cidade: Civil, Militar, Federal, Rodoviária Federal, Força Nacional, Exército, Marinha, Aeronáutica e mais a Guarda Municipal e a Receita. É bem provável que nas intensivas e operações unificadas Foz seja uma das cidades brasileiras com mais policiais pelo número de habitantes.
Helder Luiz Mazza

O Corvo responde: o seu raciocínio é correto, mas Foz, além da grande quantidade de pessoas atuando na área de segurança, convive com muitas questões de fronteira. Há praticamente duas cidades, a dos atrativos, onde os visitantes se deliciam, e a rota do contrabando e do tráfico de drogas e armas. Infelizmente isso é uma realidade e devemos torcer para melhorias e, se possível, colaborar com as autoridades. Foz é uma cidade violenta, mas é também onde policial anda fardado e a ordem ainda impera.

Share
11 de agosto de 2018

Inês Várias pessoas enviaram cartinhas para a redação pedindo pela melhoria da vereadora “Inês da Saúde”. O Corvo agradece e também torce pelo pronto restabelecimento da vereadora.   Imóveis Pois é, Corvo, você tocou num ponto interessante: algumas pessoas comercializam imóveis e não esclarecem que eles estão na dívida ativa. Quando a comercialização é realizada por um profissional habilitado, não há riscos. Meu pai comprou […]
10 de agosto de 2018

  Inês em crise Corvo, você fica aí enchendo o saco da vereadora, e olha só o que aconteceu: ela teve uma crise e precisou do SAMU. Pegue mais leve em suas críticas, Corvo! Ninguém é de ferro. JPS (O leitor pediu para não ser identificado.) O Corvo responde: calma lá, prezado leitor, o Corvo faz críticas à política, jamais à pessoa. Todos são tratados […]
9 de agosto de 2018

  Decisão O PSD mostrou que é um partido preocupado com a pulverização dos votos em Foz do Iguaçu. A evidência disso foi a decisão de não aceitar a candidatura do Márcio Rosa. Neste caso, a Executiva estadual fez uma avaliação bem ampla de conjunturas e mirou o potencial dos votos. Como organização política forte no Paraná, a sigla deve fazer pesquisas e trabalhar muito […]
8 de agosto de 2018

  Bateu na mesa Contaram para o Corvo que o prefeito Chico Brasileiro esteve em Curitiba e ficou em cima das decisões partidárias. Ele está de olho nos dois últimos anos de administração e, segundo consta, não quer gastar com gasolina nem com passagens aéreas para Curitiba e Brasília por falta de deputados da cidade.   Dói no Chico A ausência de representantes na Assembleia […]
7 de agosto de 2018

Roberval e Cacau Corvo, essa foi boa, imaginar que a briga do Requião com o Osmar Dias teria sido do tipo “barraco”, como foi a pendenga entre o Roberval, no dia do casamento, com a Cacau, na novela das 9. Hilário. Pudera, a aliança poderia ajudar aos dois, mas Osmar teve lá as suas dúvidas. Será que ele avisou ao Requião que iria desistir? Júlio […]
6 de agosto de 2018

Cidade atenta Foz do Iguaçu é uma cidade que tem tudo para “ensinar” aos políticos. Bastaria a sociedade unir-se; todos os setores se sintonizarem em períodos eleitorais e rejeitarem os eleitoreiros e os líderes partidários que insistem em lançar factoides e “fantasminhas camaradas”, do tipo que batem as mãos nas costas da gente, dando uma de bons moços (ou boas moças), avisando que são candidatos, […]
4 de agosto de 2018

Lojas francas A ACIFI conclui o seu parecer ante o Codefoz. Entre as prerrogativas, a primeira é “minimizar os possíveis impactos negativos que poderão ser ocasionados ao comércio local e regional pelos incentivos tributários incidentes nos produtos nacionais ou nacionalizados que serão comercializados pelas lojas francas”. Entre outros, esse é o item no topo das preocupações.   A volta dos “formigas” A ACIFI pede solução […]
3 de agosto de 2018

Oriovisto Dono de uma marca poderosa, a Positivo, e de uma história inconteste, Oriovisto Guimarães é considerado um empresário da pesada, de visão, e, naturalmente, preocupado com os destinos da nação. É um dos homens mais bem-sucedidos abaixo da Linha do Equador e resolveu arriscar-se na política concorrendo ao Senado da República. É um risco? É, porque em geral os grandes empresários saem das empreitadas […]
2 de agosto de 2018

Elson na Câmara O tempo passa, o tempo voa, e os profissionais que acumulam bagagem e competência são cada vez mais solicitados para o desempenho de papéis importantes, como é o caso do Elson Marques, que passou a responder pelas informações institucionais da Câmara de Vereadores.   Integridade Este Corvo pode escrever com peito de pombo, estufado, que Elson é antes de tudo uma pessoa […]
1 de agosto de 2018

  Gauchinho Ontem ocorreu uma situação inusitada e repleta de emoção. Uma pessoa de nome Francildo Vilmar da Costa estava procurando o jornal Gazeta do Iguaçu e acabou chegando ao Gazeta Diário. É normal fazerem confusão entre as duas “Gazetas”. Fazem confusão até demais, diga-se. Pois bem, seu Francildo, um gaúcho a caráter, tinha em mãos uma “lembrancinha” para o Adair Leando, ou o Gauchinho, […]
31 de julho de 2018

As cartas E o Corvo continua recebendo correspondências de leitores sobre a chuva meteórica de candidatos em Foz do Iguaçu. A leitora Maria José Constanza escreveu informando que mandou imprimir uma placa assim: “Candidatos, não percam tempo assediando as pessoas que moram nesta casa, elas já sabem em quem votarão”. Ela disse que irá pendurar o aviso no portão. Resta saber se isso vai funcionar. […]
30 de julho de 2018

Sem pesquisas Atenção, atenção, leitores e virtuais eleitores: não acreditem em pesquisas para deputados. Está circulando o que seria um apanhado de resultados que indicaria quem seriam, pelo momento, os deputados estaduais e federais eleitos. Se a disputa ainda nem começou nem se sabe quem de fato serão os postulantes, como pode haver uma pesquisa assim? É ratoeira de primeira qualidade. Pior, a Justiça já […]
28 de julho de 2018

  Manifestação positiva Enfim alguém manifestou preocupação sobre essa chuva de pré-candidatos em Foz do Iguaçu. O positivo disso é o fato de a iniciativa partir da autoridade máxima do Legislativo local, o presidente da Câmara de Vereadores, Rogério Quadros.   União Talvez o ponto mais importante desse alerta do Rogério Quadros seja a necessidade de união das lideranças políticas para amenizar o drama, afinal […]
27 de julho de 2018

Debandada para o Democratas O deputado federal Evandro Roman disse o seguinte: “Me identifico muito mais com o Democratas, que é um partido mais firme dentro das suas posições, do que propriamente com o PSD dentro dos seus posicionamentos no chamado centrão”. Isso estaria inclusive gravado e foi publicado com destaque no semanário Tribuna Popular. Roman sabe que essa mudança só poderá ocorrer quando se […]
26 de julho de 2018

Cúpula sem o líder O Estadão noticiou a desistência de Jair Bolsonaro de participar da Cúpula das Américas, evento que foi idealizado pelo filhote, o também deputado federal Eduardo Bolsonaro em parceria com Fernando Francischini. Conhecido como um grande “mão de vaca”, Bolsonaro não concordou com o custo do evento: R$ 200 mil! O homem deu pulos de raiva. Eduardo não ouviu pito igual nem […]
25 de julho de 2018

Greve O problema da paralisação do transporte ontem, ao que consta, não foi apenas a falta de assinatura do acordo coletivo por parte de uma das empresas que compõem o consórcio. Ela não quer mais a presença de cobradores nos ônibus. Isso ainda vai gerar muita confusão em Foz do Iguaçu.   Protecionismo Em muitas cidades brasileiras não há mais cobradores, especialmente depois dos cartões. […]
24 de julho de 2018

  Milionésimo prematuro É interessante e muito bom constatar que a cada ano o visitante de número um milhão passa mais cedo pelas roletas do Parque Nacional. E o outro dado melhor ainda é a possibilidade de fechar o ano com mais alguém comemorando a marca. Lá pelos anos 80, o fato de se chegar aos dois milhões de visitantes ao ano era encarado como […]
23 de julho de 2018

  Nomes parecidos O ex-governador do Mato Grosso do Sul que foi preso pela Polícia Federal, na última sexta-feira, chama-se André Puccinelli, sobrenome parecido, mas bem diferente do empresário iguaçuense de sobrenome Pulcinelli. O Corvo faz essa pequena ressalva pelo fato de algumas pessoas ligarem perguntando se era gente da mesma família. Santa ignorância! Não são nem parentes e menos conhecidos um do outro. Tá […]
21 de julho de 2018

  Corvo filosófico Como hoje é sábado, um dia em que “tudo pode”, este colunista resolveu exercitar os seus conhecimentos sociológicos, agrade ou não aos leitores. É impossível deixar de comentar a ebulição, ou melhor, a efervescência política com o aproximar de uma eleição. Portanto não estranhem as bicadas deste pássaro ácido e comedor da saborosa carniça.   Conservadorismo Como este Corvo foi um dos […]
20 de julho de 2018

Movimentação O Corvo possui muitos colaboradores. Ontem recebemos a informação de que havia uma movimentação acima do normal na Polícia Federal. E no mesmo dia prenderam um poderoso do tráfico em Assunção. A turma está trabalhando.   Fases da Pecúlio Contaram para este colunista que os trabalhos seguem, e além dos tribunais. Uma agenda encontrada numa das operações estaria rendendo frutos até os dias atuais. […]

GDIA