No Bico do Corvo

Share
21 de setembro de 2017

Terremotos

Corvo, somos de fato uma terra abençoada por Deus, sem terremotos daqueles que sacodem e derrubam prédios, no entanto há esses sinistros políticos que destroem o país. Francamente, não sei o que é pior.
Maria Elena Siqueira

O Corvo responde: prezada, pode ter certeza de que os abalos sísmicos e naturais de grande magnitude são bem mais danosos que os problemas causados pelos políticos. Veja o caso do México, Haiti e outros países devastados por tremores de terra! Eventos assim deixam marcas insuperáveis. Os políticos são capazes de grandes tragédias, mas a culpa não é da natureza, e sim de quem os elege.

Escolas iguaçuenses
Corvo, veja só como são as coisas: esses políticos se matam, acusam uns aos outros, se chamam de incompetentes e sendo assim acabam esquecendo de suas obras. A notícia no Jornal Nacional de que, a partir de 2011, apenas 31 escolas públicas brasileiras conseguiram manter a excelência do ensino, entre elas sete de Foz e só outras duas do Paraná, é uma prova de que deveriam trabalhar mais e brigar menos. Que coisa, hein? Deveriam colher mais frutos no lugar de derrubar o pomar.
Duvalina Almeida

O Corvo responde: complementando a sua linha de pensamento, muito razoável no campo das disputas políticas, este Corvo faz questão de mencionar que, ao longo de três edições consecutivas de pesquisa (2011, 2013 e 2015) feita pela Fundação Lemann, Instituto Credit Suisse Hedging-Griffo e Itaú BBA, as escolas municipais Augusto Werner (Vila Carimã), Duque de Caxias (Morumbi), Erico Veríssimo (Jardim São Paulo), Monteiro Lobato (Porto Belo), Olavo Bilac (Gleba Guarani), Osvaldo Cruz (Jardim Manaus/Loteamento João Paulo II) e Vinicius de Moraes (Porto Meira) mantêm o nível e a proposta de ensino que tanto orgulho deram para esta cidade. Tomara que o governo anterior não tenha destruído esse legado, como quase tudo que colocou abaixo nesta cidade.

O Corvo repara
Algumas pessoas entraram em contato com este Corvo sobre a presença do governador Beto Richa em Foz na última terça-feira. O leitor perguntou: “O governador esteve na Câmara para prestar homenagem à sogra, dona Didi, ou para celebrar acordo com o município? Penso que a honraria à cidadã benemérita mereceria maior destaque, ou ter sido esta a razão da visita. O jornal errou”, escreveu Maria dos Santos Antunes (ex-aluna de dona Didi).

O Corvo responde: as duas situações ganharam peso em nossas páginas, com chamadas de capa, inclusive. Um assunto era diferente do outro. O que não ficaria simpático seria fazer a mistura das notícias. É indiscutível a importância da senhora Didi Bernardes Vieira, Cidadã Benemérita, mas foi a maneira encontrada para aproveitar a estada do governador em Foz e a assinatura de mais uma parceria de pavimentação. Assim, são fatos distintos e que merecem cada um o seu destaque. Não foi o jornal, nem o Corvo, quem fez a agenda.

Panorama Card
Que baita notícia esta do Cartão Panorama, por meio do qual é possível parcelar as compras sem juros, segurando o preço à vista, em até 15 vezes! Mas o Corvo gostou mesmo de saber que há outras tantas vantagens além dos descontos especiais, como a possibilidade de efetuar saques, pagar contas de água, luz, gás e telefone, recarregar celular, e tudo mais que faz um “dinheiro de plástico”. Parabéns à rede Panorama Home Center! Este Corvo já entrou na fila!

Interdição
Seu Corvo, como a prefeitura ainda não sabe o que fazer com a prainha? O que é isso? Se ela não sabe, quem vai saber? Vai dizer que não há um plano de sustentação para o local, ou algo que possa socorrer a situação? Só faltava essa, o iguaçuense ter de ir se banhar nas margens dos rios pelo fato de perder o seu único balneário!
ARP (O leitor pediu para não ser identificado.)

O Corvo responde: o governo deverá manifestar-se a respeito, mas o terminal de Três Lagoas sempre enfrenta situações semelhantes quando se aproxima o verão. Para quem não sabe, aquele local já foi um cartão-postal, porém degringolou até virar uma pocilga de lodo e barro. Pensamos que o governo sabe da importância da área de lazer e que vá fazer algo para não deixar os banhistas nas mãos.

Vilã
Corvo, não sei se você vê a novela das 8h (ou é das 9h?). Tem uma moça que quer laçar um cara a qualquer custo e agora inventou que está grávida. A gente pensa que isso só acontece em novela, mas existe também na vida real. Do lado de casa tem uma piranha igualzinha, que dava em cima do meu marido. Certa ocasião eu quebrei ela de pau, e a vadia sumiu, mas agora voltou e fica por lá se assanhando com os homens do bairro. Gente assim existe, viu Corvo. A novidade é que ela anda dizendo que está grávida do Mané do açougue.
AAP (A leitora pediu para não ser identificada.)

Natal
Corvo, passei esses dias pela Avenida das Cataratas e vi um restaurante todo cheio de efeitos natalinos. Pensei: que pessoal mais adiantado é esse? Estamos em setembro ainda e já estão com a cabeça no Natal. No dia seguinte passei por lá e descobri que se trata de um showroom de enfeites, e eles estão sendo vendidos com antecedência. Bela sacada. Corvo, a prefeitura poderia comprar alguns daqueles enfeites e espalhar pela cidade, pois são todos bem bonitos!
Marcela Ramos

O Corvo responde: sim, verdade, prezada leitora. O Corvo também notou os luminosos. Boa ideia essa de a prefeitura adquirir, pois são possivelmente bem mais baratos do que mandar confeccionar especialmente. É uma boa opção para quebrar o galho. O Corvo gostou especialmente de um enfeite no qual há uma “anja” batendo as asas.

Bêbado
Corvo, tudo bem uma pessoa beber e ir trabalhar na lojinha de sua propriedade, num mercado, imobiliária, ou seja, numa empresa privada. Agora, funcionário público cheirar a cachaça nas primeiras horas da manhã e ainda embirrar com cidadão? Oras, isso não dá para levar pra casa. Da próxima vez vou tomar providências.
Magda Lamias V. Ruzzio

O Corvo responde: prezada senhora, não espere pela próxima vez, entregue o bebum agora mesmo. Passe o nome dele que publicaremos aqui sem qualquer problema. Funcionário público precisa sair do litro antes de ir trabalhar. Tudo bem que no fim das contas é a gente que até paga a bebida dele, mas não dá para aguentar desaforo.

Fundos do Carimã
Corvo, com a chegada do verão, eu, meu marido e minha filha saímos caminhando de manhã ou no final da tarde. Outro dia passamos pelos fundos do tradicional hotel, porque é impossível andar pelo acostamento da BR-469 sem ser atropelado. Passamos um medão danado, por causa do mato alto e o aspecto de abandono. Quando será que vão trabalhar naquele local, hein Corvo?
Márcia D. Silva

O Corvo responde: prezada leitora, de fato o local é medonho e há décadas as pessoas fazem perguntas iguais às suas. O que sabemos é que está em análise uma revitalização de toda a área, sobretudo após o bairro Buenos Aires ser recém-instalado por lá. O Corvo vai buscar mais informações e publicará aqui!

Share
20 de setembro de 2017

Dona Rosa

A primeira-dama de um município é por si uma instituição. Em geral cuida das atividades sociais e mantém aceso o laço com as centenas de instituições que atendem carentes, especiais, deficientes… Enfim, não é uma tarefa das mais fáceis. É o caso da dona Rosa Maria Jerônymo Lima, esposa do prefeito Chico Brasileiro. Então vamos imaginar a pedreira que ela deve ter encontrado pela frente […]
19 de setembro de 2017

Veio Chico

Seu Corvo, sou admirador do Chico Alencar, e deve se lembrar que enviei nota para a sua coluna elogiando quando ele passou a escrever para este jornal, o Gazeta Diário. Pois bem, mas sexta-feira ele publicou uma notinha um tanto desafinada com a realidade; disse que o prefeito Chico, seu xará, herdou os pepinos da Saúde dos “antecessores Paulo e Reni”. Puxa vida, Chico jornalista, […]
18 de setembro de 2017

O voo insólito

A notícia do final de semana: Reni Pereira, que não nasceu passarinho, foi brincar com as alturas e voou sem o paraquedas; despencou de quase quatro metros e, para variar, não passou do chão. Estatelou-se feito um tomate. Mas ao que consta o ex-mandatário municipal passa bem, com pequenos problemas de memória, dizem. Poda de árvores Uma fonte disse ao Corvo que o tombo se […]
17 de setembro de 2017

Deputada Claudia Pereira em São Miguel

Lá, ela participou de uma audiência pública, conforme ofício do Conselho Estadual de Educação do Estado do Paraná, conjuntamente com a Casa Civil. Claudia promoveu emendas parlamentares para ajudar aquele município. Faz tempo que Foz, sua cidade, não vê uma ação da deputada, nem mesmo visando a salvar o desastre ocorrido no Provopar, no qual atuam pessoas de sua confiança. Nossa única deputada anda um […]
15 de setembro de 2017

Comus

Senhor Corvo, você concorda com esta ingerência do Conselho Comunitário de Saúde nos vários assuntos municipais? Será que eles não têm coisa mais importante a fazer? Poxa vida, parece que mandam nas coisas da gente? Daniel V. Galfinotto O Corvo responde: o Conselho Municipal de Saúde (Comus) está cumprindo a sua missão e fazendo exatamente o que deve: ingerindo nas questões relativas ao segmento da […]
14 de setembro de 2017

Celulares em bancos

Algumas proibições no Brasil não passam de generalizações esdrúxulas, como é o caso de não deixarem usar celulares nos bancos. A maioria de quem vai até esses locais quer pagar conta, sacar dinheiro, recolher tributo, fazer depósito, e não ficar de olho nos outros para depois chamar um bandido. É a mesma coisa a proibição de bebidas nos estádios. É duro assistir ao futebol sem […]
13 de setembro de 2017

Confraternização

Então, a deputada Claudia Pereira admitiu que mantinha encontros regulares com os demais envolvidos nos casos desvendados pela Operação Pecúlio, mas tudo não passava de ocasiões de confraternização após o horário de trabalho. O que será que comemoravam tanto? O sucesso da administração é que não deveria ser. Nomeações E a deputada admitiu que manteve contato com os responsáveis pelas ações de gabinete sobre nomeações. […]
12 de setembro de 2017

Corvo acompanhado

Nesta semana haverá umas modificações na paginação do Gazeta Diário; e levando em conta a falta de espaço, o Corvo terá de compartilhar novamente a página — dia sim, dia não — com o Chico de Alencar e o Rogério Bonato. Sendo assim, as notas deste escriba precisarão ser racionais, mais concisas. Quem manda o periódico ser um sucesso comercial? Bem-vindos os velhos amigos. Ecoflores […]
11 de setembro de 2017

33 moedas

  Contaram para este Corvo um caso que tem tudo para ganhar mais espaço nos próximos dias. Alguém teria recebido R$ 33 mil para não abrir a boca, ou deixar de comentar uma ação cabeluda. O Corvo não ficaria nem um pouco surpreso com mais isso. O fato curioso e que chamou a atenção é a coincidência numérica com a traição de Judas. Tem gente […]
10 de setembro de 2017

Corvo “tloca letlas!

Este pássaro vivaz, audacioso e carnicento quis fazer uma previsão e entrou pelo cano: escreveu na semana passada que haveria umas duas mil pessoas no desfile e outras seis mil ou sete mil na “arquibancada”. Foi o contrário, umas seis mil pessoas é que desfilaram, provavelmente mais gente que na plateia. Os editores vão brigar com o Corvo por causa desta nota, mas é opinião […]
8 de setembro de 2017

Mitos da Independência

D. Pedro I precisou viajar a São Paulo para conter uma rebelião insuflada pelas Cortes Portuguesas. Isso havia em todas as províncias. E viajando de um lado ao outro, no lombo de um animal, ele não vestia fardão coisa alguma, tampouco deveria usar um cavalo. Viagens se faziam com mulas. No quesito curiosidades, Pedro I fez 14 filhos com cinco mulheres. Foi amado pelo povo […]
7 de setembro de 2017

A Independência

Senhor Corvo, será que D. Pedro I tinha noção da burrada que causou, tornando o Brasil livre do Reino de Portugal? Isso nos causou um atraso sem precedentes; quebrou durante anos um elo com o mundo civilizado, ou seja, a Europa. Do que adiantou a independência se o Brasil virou nisso? Temos que rever a história, senhor colunista, e começar a corrigir os erros do […]
5 de setembro de 2017

Bitributação

Corvo, o problema das tributações e essas cobranças de impostos que surgem para aliviar os caixas dos governos é que depois isso será cobrado de alguém, e na questão hoteleira e de serviços os visitantes e turistas são os que pagam o pato. E olha que já tem muita gente reclamando dos preços do destino conhecido como Foz do Iguaçu. Alguns operadores estão nos trocando […]
4 de setembro de 2017

Engenhosidade pura

O Corvo pode dizer com segurança que pensaram em tudo se a intenção era manipular o erário. Criaram até aplicativos de comunicação. Pergunta: se nada fizeram de errado, conforme se defendem nos tribunais, qual a razão de tanto segredo ou de transmitir mensagens secretas? Ai que medo, hein? No que vai dar No sábado este Corvo deu uma “pirulitada” pela cidade e, propositalmente, falou com […]
3 de setembro de 2017

Dona Paty

Filha da dona Dora e do saudoso Capi, irmã do Jader e do Jarvas, mãe do Nícolas e da Rafaela, esposa do Cláudio, Patrícia Iunovich é possivelmente a primeira iguaçuense a assumir da Superintendência de Comunicação de Itaipu desde a sua existência. É uma jornalista atenta, atualizada a cada segundo, com forte senso crítico profissional, mas também uma espécie de mãezona para quem já teve […]
1 de setembro de 2017

Pecúlio e as delações ocultas

O Corvo recebeu uma informação pela manhã de estremecer o esqueleto. É o tipo de tremor que dá em todos os jornalistas ao acessarem um fato importante, ou “bomba”, conforme o jargão da categoria. A esta altura está tudo em nossas páginas e possivelmente com manchetes bem grandes. O Tribunal acolheu um pedido da defesa de Reni Pereira, um instrumento liminar, baseado nos princípios constitucionais […]
31 de agosto de 2017

Terreno para a Segurança

O Corvo recebeu esta nota e considerou publicá-la na íntegra: “Após o projeto de lei 47/2017 ser aprovado na Câmara Municipal, a Prefeitura doou um terreno de área aproximada de 6 mil m², muito bem avaliado, para o Governo do Estado com o propósito de construção do Centro de Segurança Integrada. Este terreno foi adquirido pelo Município na gestão do então prefeito de Foz do […]
31 de agosto de 2017

E agora, Provopar?

Em nova decisão, a Prefeitura de Foz deixará de fazer os repasses. A situação não é nada boa para o órgão. Segundo disseram a este Corvo, a queda de braço começou a causar baixas na entidade; alguns simpáticos às ações da deputada Cláudia estão pensando em debandar. Decerto haverá lugar para eles no rol de assessorias na Assembleia. Será? E a grana? A prefeitura, ao […]
30 de agosto de 2017

Não dá para entender

O Corvo não é são-paulino, porém recebeu uma porção de cartinhas tirando sarrinho por conta da vitória do Palmeiras sobre o tricolor paulista. Sai dessa, jaburu! Mas os palmeirenses são assim, basta uma vitoriazinha de nada que ficam achando-se. Pauleira Senhor Corvo, na tarde de ontem, segunda-feira, uma rapaziada estacionou num bar em frente de casa (Porto Meira) e dá-lhe cachaça e som alto. E […]
29 de agosto de 2017

Ele voltou

Foi o zunzum do final de semana: Vitorassi retornou às lides petistas. Largou de se estressar com a turma do PV. Dilto foi convocado para ajudar na restruturação do partido. Dizem que vai lançar candidatura no ano que vem. Não deve ser para presidente, e sim à vaga de deputado, decerto federal. O Corvo, lógico, voltará ao assunto. Nada escapou O Ministério Público do Paraná […]

GDIA