No Bico do Corvo

Share
31 de janeiro de 2018

Bobato e a causa

O vice-prefeito é abertamente simpático à causa da Palestina; mais do que isso, ele é praticamente um ativista. Prova é o livro que lançará nesta sexta-feira, 2 de fevereiro, no Golden Park Internacional, às 20h. O título é Palestina, um olhar além da ocupação (Editora Limiar). Ele faz um relato dos seis dias em que esteve no local, quando exercia o mandato de vereador. É de fato um apanhado de impressões sinceras e emocionantes.

2018 supersônico
Chegamos, num piscar de olhos, ao último dia de janeiro deste ano. O Brasil já festeja o carnaval em muitos lugares. Mais uma piscadela estaremos abrindo os ovos de Páscoa. E não demora, as ruas estarão infestadas de cores. Primeiro o verde, amarelo, azul e branco, com camisetas da seleção penduradas nos varais dos ambulantes, afinal teremos a Copa da Rússia; na sequência outras cores invadirão as ruas, como o vermelho, roxo, lilás, preto, verde cueca e azul calcinha, o mosaico partidário eleitoral que exibirá junto os candidatos. Daí é só esperar pelo Papai Noel de novo, e um abraço no gaiteiro, estaremos em 2019! Este ano praticamente nem existirá, de tão ligeiro. Que barbaridade!

De novo…
Está difícil a gente esquecer o Reni Pereira. A Justiça Federal divulgou outro cronograma de oitivas, e 149 pessoas foram arroladas pelas defesas dos réus denunciados na Operação Pecúlio (ação criminal). Entram em discussão a quinta e sexta etapas das investigações da Operação Nipoti, que, aliás, já teve o início da instrução processual no primeiro semestre do ano passado. Para se ter ideia do tamanho da jiripoca, foram inicialmente convocadas 501 testemunhas e, segundo um levantamento deste jornal, apenas 71 delas prestaram informações à Justiça. A nova etapa deve iniciar a partir do dia 19 de março. Essa Operação Pecúlio está gerando uma carga processual, provavelmente, maior que a do julgamento de Nuremberg.

Dois aninhos
A Operação Pecúlio está perto de completar dois aninhos. Todo mundo quer saber: e o Reni Pereira, como fica nessa? Bom, o ex-prefeito, apenas neste processo que se iniciará em março, responde por 435 condutas ilícitas.

 

Registro histórico
O semanário Nosso Tempo marcou uma geração e o jornalismo brasileiro, sobretudo pela contestação e cerrada oposição ao período militar. Na época, havia o Pasquim no Rio e o Nosso Tempo em Foz. A foto abaixo foi guardada com carinho e durante décadas pelo Felipe Gonzalez, que inclusive aparece em pé ao lado da mesa. No local, o trio responsável pelo jornal: em primeiro plano Juvêncio Mazzarolo e Aluízio Palmar, acompanhado pela esposa. Ao fundo, o jovem Adelino de Souza conversando com a ex-mulher. Quem vê a foto faz uma viagem no tempo.

Os reflexos
Pois é, a reportagem da RPC fez uma ótima matéria analisando a fundo o estrago que as ações reveladas pela Operação Pecúlio causaram. Foi um verdadeiro desastre para o cidadão, atrasando a cidade e comprometendo seriamente a qualidade dos serviços públicos; vamos sentir o efeito disso ao longo de anos. Não será muito fácil “zerar” a situação e, em outras palavras, colocar o bonde em cima dos trilhos. Provavelmente Chico Brasileiro, seu sucessor e outros três ou quatro prefeitos trabalharão ao lado desse fantasma. Definitivamente, Reni Pereira foi a pior escolha que o cidadão iguaçuense fez em toda a história da cidade. Uma tragédia política que nos assombrará por muito tempo.

Falar nisso…
…ao comentar o desempenho dos profissionais de jornalismo da RPC, TV Cataratas, afiliada da Rede Globo, não é mais segredo que houve muitas mudanças na emissora. Isso faz parte das necessidades enfrentadas por todos os veículos de comunicação no país. O segmento passa por uma revolução após o advento da internet, e quem não se adaptar dançará. Então, os corvos que trabalham esta coluna querem aproveitar a ocasião e dar boas-vindas ao novo diretor de telejornalismo da emissora, o grande Alexander De Marco, conhecido como Quinho, profissional de gabarito e conhecedor da matéria! Seja bem-vindo ao reino encantado fronteiriço, onde o rato come a cobra, o rabo morde o cachorro e só faltam os ponteiros do relógio girarem ao contrário. Aqui o caroço é bem maior que o abacate, amigo; vai ver é por sua qualidade profissional que você foi escolhido para lidar com as adversidades nativas! Faça o seguinte, dê uma passadinha pelo Boicy, leve um pouco de água para casa, ferva e beba!

Greve
Do lado paraguaio nunca se imaginou que o movimento grevista dos caminhoneiros causaria tantos estragos. Na região vizinha de Foz tudo parou, faltam alimentos, gêneros dos mais diversos, a começar pela mandioca — que vinha de localidades distantes. Falta leite, farinha, frango, e o que está colocando os paraguaios em estado inconsolável é a falta da cerveja. Isso está deixando a “chiruzada” em pé de guerra.

Dona Inês
Contaram para este Corvo que após os recentes ocorridos e o desvendar dos lamentáveis fatos “renitentes” envolvendo Dr. Brito, o “entusiasta” político Cazuza, entre outros, os quais lamentavelmente chamuscaram a ex-prefeita interina e hoje secretária da Saúde, Inês Weizemann, ela subiu discretamente no salto alto e está mandando ver numa auditoria minuciosa no setor e em tudo que está sob sua responsabilidade. Na verdade subiu foi nas paredes. Uma ação assim foi reforçada a partir da conversa — olhos nos olhos — com o prefeito Chico Brasileiro. Segundo uma informação, Inês teria reunido os servidores mais próximos, advertindo a velha frase “quem não deve não teme”, por isso “as bruxas devem ser caçadas”. Inês, cujo sobrenome político e de guerra é “da Saúde”, não quer deixar pedra sobre pedra, se de fato há pessoas agindo errado em seu território.

Onça preta
A secretária, na verdade, está tal qual um onça preta de irritada, subindo pelas paredes por causa do envolvimento que ela considera “injusto”. “Como uma prefeita em exercício numa cidade toda cheia de problemas não vai manter contato com um vereador, que ainda por cima é médico? E no mais não tenho bola de cristal para imaginar as intenções dele e de seus parceiros! Tinha mais é que tentar resolver os problemas de atendimento ao público”, teria esbravejado Inês, entre os companheiros de trabalho. Pois então, dona Inês, quebre os pratos, arranque de vez os esqueletos que há nos armários da Secretaria de Saúde, pois sabemos que eles são bem antigos de outras gestões.

Insistência
Infelizmente o meio político é bem esse mesmo, cheio de chupins que vivem orbitando quem entra ou sai no governo. Não é difícil alguém cair em enrascada por causa de indução ou “conselho” de quem se diz “experiente” na área. O meio público está cheio dessas pessoas agarradas em cargos por meio de nomeações. Francamente, são praticamente as mesmas — independentemente do prefeito que assume, pois são donas e líderes dos partidos. Em geral vendem a alma para quem assume o poder. Olhando para isso, Inês pode sim ter sido envolvida no canto das sereias. Se gente mais experiente foi, por que ela não? A reação turbulenta, mesmo coberta pelos panos quentes, pode ser um indício disso.

Fantasias
Quem gosta de se vestir de pirata ou sair com algum adereço durante o carnaval está queixando-se da falta de opções. Um folião disse que só há uma loja na cidade, e os preços lá são muito altos. O recado é o seguinte: vê se para de reclamar e improvisa, arranje um vestido velho, um trapo qualquer e vá para a rua curtir o reinado do Momo. Na pior se fantasie de “coxinha”, basta rolar na farinha e cair num tacho de óleo. Calma, calma, é brincadeira. Vai que numa dessas resolvem processar o Corvo por apologia a alguma coisa! Mas a verdade é que, dando um giro pela cidade, há máscaras das mais várias personalidades, e o japonês da Federal continua em alta.

Share
30 de janeiro de 2018

Dr.Brito

Então Corvo, se o Dr. Brito emprestou R$ 2.000 ao Anderson dos Santos e isso seria um empréstimo, resta saber quem teria feito o outro empréstimo de R$ 9.200, já que ele, segundo a Operação Renitência, teria recebido R$ 11.200 de propina. E veja, foram realizados pelo menos cinco encontros para tratar desse “empréstimo”. J.M.J (O leitor pediu para não publicar o nome) Entusiasmo Corvo, […]
29 de janeiro de 2018

Reparos no asfalto!

Este Corvo ficou muito feliz ao saber que a lentidão do trânsito na Avenida das Cataratas, semana passada, deu-se mais pelos reparos de asfalto do que pela poda de árvores. Mas esta ave foi ontem dar uma conferida e constatou que ainda falta muito, sendo assim os motoristas que utilizam a via devem ter paciência. Uma boa saída para não aquecer os neurônios é procurar […]
28 de janeiro de 2018

Medo da Vacina?

O povo tremendo de medo da Febre Amarela, com filas intermináveis nos postos de atendimento e começam a surgir comentários sobre quem pode ou não ser vacinado. Há opiniões muito contraditórias sobre isso e os que tem medo da agulha se aproveitam da situação. É simples, na hora de levar a picada, alguém vai fazer perguntas e basta respondê-las. Medo de agulha é o fim. […]
26 de janeiro de 2018

Canja

Na edição de amanhã, o Corvo apresentará o desenho da Canja do Galo Inácio/2018, bem como informações sobre tudo o que está acontecendo em matéria de preparativos. Fique ligado! Bom dia! 3 x 0 A criatividade dos brasileiros explode quanto ao resultado que empalou o Lula; peças geniais, algumas matreiras e outras indecorosas inundaram as redes sociais; e na verdade até as bolsas de valores […]
25 de janeiro de 2018

Analistas

O brasileiro é um ser que se adapta facilmente às situações e rapidamente domina qualquer assunto com muita propriedade. Hoje a população discute os problemas que ocorrem no meio político, como todos fossem bacharéis com pós-graduação em direito público. Um exemplo é a opinião formada sobre o julgamento de Lula. Ouvi comentários que anteciparam a fala da defesa. Impressionante. E sobre o caso que envolve […]
24 de janeiro de 2018

O Corvo trabalha

Há dias os corvos estão numa tarefa das mais aprazíveis: a análise temporal e atemporal dos movimentos na política, administração, Câmara e demais setores, paralelamente aos fatos relativos aos supostos atos de corrupção desvendados pela oitava fase da Operação Pecúlio, segundo as investigações da Polícia Federal e Ministério Público Federal. Sim, este tipo de ofício causa um prazer inexorável, embora a frustração. Este Corvo baseia-se […]
23 de janeiro de 2018

Mansur e o trombone

Phelipe Mansur não perdeu tempo: usou e abusou das novas tecnologias, como é o caso do “zap-zap” (WhatsApp, Facebook e outras) para denunciar a retomada da “corrupção no seio da administração pública”. Apelo Mesmo sabendo que o imbróglio se deu no Legislativo, Mansur fez um apelo ao prefeito Chico Brasileiro para que a cidade não seja “retomada mais uma vez pela corrupção”. Pelo visto, o […]
22 de janeiro de 2018

Boas-vindas

Estava com a família e parei num semáforo da Avenida das Cataratas. Dava para sentir a ansiedade dos visitantes nos outros carros, e bem no meio da rua um ambulante vendendo capa de chuva. Que frustrante isso, as pessoas nem chegaram e já foram recebidas com a notícia de que vai chover. Deveriam proibir certas coisas. Dalva A. Pereira O Corvo responde: prezada leitora, é […]
20 de janeiro de 2018

Mesmo tempo

Se alguém acredita que o vereador Dr. Brito será cassado do dia para a noite, pode decepcionar-se. Tem muita gente querendo encerrar o velório antes do tempo, ou fazer o enterro com a tampa do caixão aberta. Peraí, não é bem assim. Se a Câmara tocar adiante um virtual pedido de cassação, terá de cumprir o rito — e este vai levar tempo similar ao […]
19 de janeiro de 2018

Pedidos de cassação

O que mais se ouve dizer é que alguém está indo até a Câmara pedir a cassação do vereador Dr. Brito. E ele terá muitas dores de cabeça nesse sentido, levando em conta que os membros de seu partido são os mais radicais no contexto atual da política brasileira. O maior indicador disso é o apoio ao Jair Bolsonaro. Como a plataforma é lutar contra […]
18 de janeiro de 2018

É verdade

Corvo, é assim mesmo, os aplicativos são um bom negócio para os cofres públicos, pois arrecadam mais em decorrência das taxas sobre a modalidade. Se a Prefeitura de Foz usar a cabeça, terá uma boa e nova fonte de renda. Eu anseio pela liberação dos aplicativos em nossa cidade. Não é possível que vamos continuar no tempo das charretes. Marlene Lascio M. Lacerda O Corvo […]
17 de janeiro de 2018

A Pecúlio vive!

Como todo mundo a esta altura já sabe, deflagraram ontem a Operação Renitência; na verdade, a oitava fase da Operação Pecúlio. Segundo o release do MPF, a ação visa a desarticular uma suposta organização criminosa que se dedicaria ao desvio de recursos públicos. Outra organização criminosa? Puxa vida, essa gente parece que não aprende! O release “A operação recebeu o nome “Renitência” em razão da […]
16 de janeiro de 2018

Vacinação

Embora não se tenha registrado nenhum caso, Foz entrou sim na lista de locais onde haverá a vacinação contra a febre amarela. A iniciativa se dá pelo fluxo de visitação e contexto geoeco-nômico regional, afinal Foz é um “destino do mundo”. O caso é que o vírus está roubando o sono de muita gente nos grandes centros. Tomara que a vacinação na cidade seja levada […]
15 de janeiro de 2018

Chuvas

Como o senhor costuma dizer, seu Corvo, vamos virar sapos. O aguaceiro não nos deixou em paz no final de semana. Em frente a minha casa forma-se um rio e, dependendo, até uma catarata. Daria para vender ingresso de visitação. Mirtes Villena O Corvo nada pode fazer sobre isso. Se alguém souber o telefone de São Pedro, que ligue pra ele. Se o problema é […]
13 de janeiro de 2018

Tocantins

Corvo, primeiramente eu peço para não publicar meu nome por razões que são óbvias. Entenderá. Hoje sou um homem de bem, microempresário no ramo da panificação. Mas nos velhos tempos fui um pouco de tudo, ourives, entalhador, garimpeiro, madeireiro e o que pode imaginar nas atividades do sertão. Só não fui matador. Olhando a novela das 9, O Outro Lado do Paraíso, vejo que existe […]
11 de janeiro de 2018

Mundo animal

Seu Corvo, estou muito assustada. Estamos acompanhando os riscos com a febre amarela, algo que parecia erradicado pela humanidade, no entanto há vários casos de morte por meio da picada do mosquito, que também já matou milhares de macacos. Isso vai causar, sim, um desequilíbrio porque os símios, apesar de desprezados, são muito importantes para a natureza. Mas não vamos muito longe, em Foz do […]
10 de janeiro de 2018

Tragédia

O assunto na cidade ontem foi o incêndio que vitimou a família do jovem Juan Poca, o menino cantor que arrasou no The Voice Brasil. Na verdade, mesmo tornando-se uma celebridade nacional, a vida do Juan não mudou muito, pois ele não conseguiu suplantar muitas dificuldades. Ser humilde é uma virtude, e Juan é humilde de sobra. É duro alcançar o estrelato onde a concorrência […]
28 de dezembro de 2017

O Corvo decreta:

Foz será a cidade mais segura do Brasil! O povo vai fazer festa; e o assunto irá parar nos botecos; e a oposição vai cair em depressão; e o mundo todo vai comentar essa extraordinária decisão do Corvo, de ousar um decreto assim. Decretar é fácil, fazer acontecer são outros quinhentos. Chico decreta: Foz será o maior centro de eventos do país. O prefeito foi […]
21 de dezembro de 2017

Organização Criminosa

A Justiça, por meio das sentenças, vai delineando o que considera a organização criminosa, bem como definindo os seus componentes. O resultado do julgamento, que foi divulgado no final da tarde de terça-feira, caiu igual um míssil coreano nos planos de alguns réus. Havia pessoas com “garantias” de absolvição e, em razão disso, estavam organizando até festas. É pra ver que esse tipo de coisa […]
20 de dezembro de 2017

Itaipu aprovada

Natural a aprovação de Itaipu junto às populações que existem em seu entorno. Pudera, as cidades aproveitaram, e muito, o projeto de desenvolvendo regional da binacional. Itaipu devolveu muito mais que royalties aos municípios, e não apenas aos afetados. Se Itaipu não existisse, provavelmente Foz seria uma cidade bem menor, como muitas. Teríamos as Cataratas e os atrativos de fronteira, mas bem longe da estrutura […]

GDIA